Sergio Amado deixa o WPP

Stefano Zunino assume o seu lugar, como country manager do grupo no Brasil

Alê Oliveira

O publicitário Sergio Amado, que desde janeiro de 2018 ocupava o cargo de country manager do Grupo WPP no Brasil, está deixando a holding de  comunicação. Stefano Zunino assume a posição no comando do grupo no país.

A mudança foi confirmada na tarde desta quinta-feira (8) na sede da empresa em São Paulo. Durante o anúncio, os executivos falaram ao PROPMARK sobre a transição. Confira na edição impressa do dia 12 de agosto.

De acordo com o comunicado, Amado, que decidiu se aposentar, tinha 23 anos com a WPP e uma carreira de mais de cinco décadas. Antes da função no WPP, ele foi presidente da Ogilvy no país, que faz parte do grupo, e comandava a operação quando ela foi a Agência do Ano no Cannes Lions em 2013.  

"Sergio é um dos ícones da propaganda e do marketing brasileiros e nós somos temos a sorte em termos sido beneficiado por sua sabedoria, talento e comprometimento durante todo este longo período. Ele parte com nossa apreciação e agradecimento por toda sua contribuição com a WPP”, afirmou Scott.

Com a mudança, Stefano, que atualmente ocupa o cargo de CEO da J. Walter Thompson para América Latina, se reportará à Andrew Scott, COO da WPP. Ele entrou na Thompson em 2005 e foi responsável pela transformação geral da agência no Brasil como presidente e CEO. 

No primeiro semestre de 2018, o publicitário deixou o cargo de chairman do Grupo Ogilvy Brasil e assumiu como country manager do Grupo WPP no Brasil. Em entrevista ao PROPMARK, ele explicou sua missão de reformular a atuação da holding britânica no Brasil, com foco em sinergia e integração das marcas da empresa.

"O mercado está em processo de mudança e precisamos mudar mais rápido do que o mercado. E estou certo de cumpriremos esse desafio nos próximos anos. O Brasil é um mercado chave para o Grupo WPP, por isso continuaremos investindo em aquisições diversas e na elevação de mais eficiência, usando toda a tecnologia em benefício dos clientes", disse.

Quando da mudança, ele também comentou a dimensão do desafio que tinha pela frente. "O WPP, no Brasil, é formado por 56 empresas e emprega cerca de sete mil pessoas. Somos líderes em agências de propaganda, no digital, em data intelligence, em relações públicas e em outros diversos segmentos. Somos o maior conglomerado de comunicação do mundo e do Brasil. Atuamos em todas as áreas da comunicação."

 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações