CCXP cresce e atrai anunciante que aposta na experiência e lado geek

Quarta edição do festival reuniu 180 parceiros que querem falar com público consumidor de cultura pop

Em quatro edições, a CCXP – Comic Con Experience, que nasceu da essência de feira de quadrinhos, virou um festival de cultura pop, com crescimento financeiro, físico e de audiência. De 2014 a 2017, o valor de mídia do evento saltou de US$ 30 milhões para US$ 80 milhões, o gasto médio por pessoa pulou de US$ 31 para US$ 70 e o espaço, de 37.000 m2 para 115.000 m2.

Quem também acompanha essa expansão são as marcas, com estandes e patrocínios. Os 70 parceiros em 2014 viraram 180 em 2017, e a cada edição aumenta o interesse de companhias, boa parte de fora do universo geek. Já passaram pela CCXP marcas como Bradesco, Azul, Nestlê, Toddy, IBM, Lupo, Globo, Samsung, Havaianas, Duracell, Faber-Castell, Gillette, Riachuelo, Coca-Cola, JAC Motors, Itubaína, Fini, Petrobras, Vivo e Amazon, entre outras. Apesar de distintos segmentos e trajetórias, todas querem falar o mesmo idioma: o CulturaPopês.

Divulgação

A CCXP esperava receber 220 mil pessoas entre os dias 7 e 10 deste mês, mas recebeu 227 mil pessoas. Para atrair esse público e bater recorde (196 mil em 2016), o evento apresentou novidades como uma arena de board games; uma loja oficial de Harry Potter – primeira fora dos Estados Unidos e do Reino Unido –, a ampliação da área de cosplayers; a Arena CosMusic, que mistura bandas cover e cosplayers; o aumento da Creators, área para youtubers conviverem, gravarem e interagirem com o público; e a spoiler night, no dia último dia 6.

Pierre Mantovani, CEO do Omelete Group, responsável pela CCXP, destacou que, além de se tornar o maior festival de cultura pop do mundo, a CCXP quer que as marcas se comuniquem e criem histórias com seus públicos. Ele também explicou que cada novidade reflete o crescimento do evento ou demanda do público.

“A spoiler night é uma chance para que as empresas façam um relacionamento B2B com seus convidados. A ideia também é criar oportunidade para as empresas gerarem negócios aqui. Era um sonho ter uma área de board games, este ano conseguimos e pretendemos deixar como uma atração definitiva. E a CosMusic nasceu de pesquisa que descobriu que um terço dos nossos frequentadores tocava algum instrumento musical”.

Gabriel Colombara /Galpão de Imagens

Todo mundo é geek...

A pesquisa citada por Mantovani é a 5ª Geek Power, divulgada na CCXP Unlock, conferência de negócios do entretenimento. Ela aponta ainda que o mercado geek é majoritariamente masculino (85%) e 40% com renda acima de R$ 6 mil, e esse público consome cada vez mais streaming (91% usam Netflix e 80% YouTube), mas tem preferência por ir ao cinema (69%) frente ao streaming (13%).

Algumas marcas que procuraram falar com pessoas por trás desses números estão ligadas às novidades. Toddy patrocina a arena de board games. Sob o conceito Quanto mais Toddy, mais Épicow, criado pela Salve Tribal, o espaço simulava um castelo, oferecia sampling de produtos e experiências como a Justa Medieval, criada pela Bullet, em que os visitantes participaram de um duelo entre “cowvaleiros” montados em dragões sobre uma passarela e uma “piscina” de bolinhas.

Flávio Battaiola / Galpão de Imagens

Para Carla Araujo, gerente de marketing de Toddy, estar na CCXP17 com ações inéditas aproxima mais a marca dos seus consumidores. “Queremos levar uma experiência inesquecível para o nosso público, em um evento que eles aguardam ansiosamente”. A Oi, que estava na CCXP Tour Nordeste, em Recife (PE), e na Game XP, no Rock in Rio, patrocinou o Cosplay Universe e teve um estande com fantasias e maquiadores para que os visitantes virassem cosplayers e produzissem um vídeo 360°. A marca também ofereceu wifi e lockers com carregadores de celular.

Divulgação

Já a Itubaína escolheu patrocinar o Artist’s Alley, área de desenhistas e cartunistas do universo dos quadrinhos, e montou um estande para resgatar o sentimento de nostalgia e recordar a infância. As ativações Itubaína Power (erguer um carro com as mãos) e o Itubaína Fly (sobrevoar o estande) integram a campanha A imaginação é o seu maior poder. Para Eduardo Picareli, diretor de patrocínio da Heineken Brasil, estar na CCXP é reforçar o posicionamento de marca no maior evento geek do mundo. “Trouxemos a experiência de ser um super-herói. E patrocinamos o Artist’s Alley, coração da CCXP, apostando no seu sucesso continuidade”, comentou.

Gabriel Colombara /Galpão de Imagens

Reunindo fãs, artistas, profissionais e empresas de quadrinhos, cinema, TV, games, anime, RPG, memorabilia, ficção científica e colecionáveis, a CCXP 2018 está marcada para ocorrer entre os dias 6 e 9 de dezembro. Para as marcas, o caminho geek é sem volta. E o “estranho” hoje é não ser.

Leia mais

Marcas mostram lado geek apostando em experiências na CCXP

Marcas comemoram resultados no Rock in Rio e continuam ativações

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações