Cosan se inspira na corrida para 1º filme institucional em 80 anos

Detentora de marcas como Shell e Comgas traz como conceito #EuSonhoECorroAtras; Nizan Guanaes assina criação

Alê Oliveira

Resiliência, determinação e disciplina são apenas alguns dos atributos de todo corredor. E são também características que a Cosan quer pegar emprestado para marcar seus 80 anos de existência. Essa e a primeira vez na história que o grupo especializado em óleo e gás faz campanha publicitária institucional, e para marcar o momento, vai se associar ao território das corridas de rua.

O anúncio oficial foi feito nesta terça-feira (12), em São Paulo, pelo CEO da companhia, Marcos Lutz, e pelo publicitário Nizan Guanaes, que assina a criação da campanha. Com o conceito #EuSonhoECorroAtras, a comunicação contempla dois filmes institucionais da Cosan, além de outros quatro filmes, um para cada negócio da companhia: Comgas, Moove, Raizen (Shell) e Rumo.

Para marcar seus 80 anos, a empresa anunciou também o patrocínio de 110 provas de rua em todo o Brasil, entre elas, a maratona de São Paulo, a do Rio de Janeiro, a São Silvestre, a Tribuna de Santos, entre outras. Alguns atletas profissionais também receberão apoio da companhia. Destaque para Adriana Aparecida da Silva, medalhista olímpica e atual recordista sul americana na maratona.

Para o digital, a Cosan veiculará vídeos com histórias inspiradoras de atletas profissionais, como Adriana, e amadores, bem como sua relação com a corrida. A agência Loures Comunicação é a responsável pela produção dos vídeos para a internet, além dos filmes para TV aberta e pay TV.

“Vivemos na era da desatenção. O TED transformou palestras de uma hora em conversas de 18 minutos. A campanha #EuSonhoECorroAtras é baseada no raciocínio de reter a atenção das pessoas. E a corrida desperta isso. Ela é o novo golfe, o novo surfe. E assim como a Cosan, ela está nas ruas, está na vida das pessoas”, destacou o publicitário.

Maratonista por paixão, Guanaes aproveitou o lançamento da campanha para analisar o mercado de corrida de rua brasileiro e as oportunidades para anunciantes. Para o criativo, a modalidade tem peso para se tornar ainda mais democrática.

“É um esporte que pode ser mais popular que o futebol. Porque para praticar futebol você precisa ter algum nível. É claro que sempre vai haver um goleiro frustrado como eu fui que não tinha o menor talento, mas a corrida não. É acessível a todo mundo. Claro que sua profissionalização é importante, e a presença de um bicho desse tamanho como a Cosan vai atrair outros patrocinadores grandes. O Itaú, por exemplo, é patrocinador do futebol e não é marca de material esportivo. Então, há espaço. A corrida de rua precisa ser melhor vendida porque senão fica nessa coisa de nicho e ela não é nicho. Hoje é mainstream”.

Para o publicitário, a profissionalização no segmento de corrida de rua vai elevar a modalidade a um nível mais atraente para novos patrocinadores. “Quando comecei a correr, eu percebi que essa é uma força muito grande, mas falta ativação das grandes marcas nas corridas. O sujeito entra e não basta só patrocinar, é preciso ativar e essa presença precisa ser profissional. Você vê a maratona de Nova York e é um show de ponta a ponta. A maratona levantou no ano passado 40 milhões de dólares para a caridade. É um nível de profissionalismo muito grande”.

A campanha #EuSonhoECorroAtras  estreia na próxima sexta-feira (15).

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações