Depois de romper com o COI, McDonald’s segue com Copa do Mundo

Na América Latina, rede continuará apoiando o esporte com corrida para mulheres

Passadas quase duas semanas desde o anúncio do rompimento do patrocínio ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e ao Comitê Olímpico dos Estados Unidos, o McDonald’s seguirá com os contratos previstos para investimentos no esporte. Desta maneira, o patrocínio da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, e a do Catar, em 2022, estão garantidos.

A informação foi confirmada por João Branco, diretor de marketing do McDonald’s Brasil, nesta segunda-feira (26), durante evento de lançamento do cardápio de inverno da rede de fast food. “O patrocínio é uma decisão do McDonald’s Corporation Global. Eles, em uma repriorização de seus investimentos, entenderam que era o momento de encerrar essa parceria [com o COI]. Isso não significa que nossa marca está deixando de apoiar a prática de esportes ou grandes eventos. Somos patrocinadores da Copa do Mundo e temos uma série de atividades que apoiam o esporte, a prática de atividade física e de bem-estar”.

Segundo o executivo, um dos esforços para o esporte da companhia será a M5K, maior corrida de rua para mulheres da América Latina. No Brasil, a prova acontece no segundo domingo de outubro e tem expectativa de receber 28 mil inscritas. 

“Nosso balanço de tudo que já fizemos com esporte é muito positivo. Não é que exista um conflito, inclusive, a gente tem muito orgulho do trabalho que fizemos na última Olimpíada no Brasil, mas existe uma priorização global de investimentos. Não é uma grande mudança de posicionamento de marca, apenas uma priorização de investimentos”.

David Grinberg, diretor de comunicação corporativa do McDonald’s Brasil, explica que cabe a operação brasileira atender às orientações quanto ao patrocinio global da marca, e que aguarda novas diretrizes para o negócio. “Esse é um patrocinio global da marca e a gente como responsável pela operação em um país fica um pouco longe dessas negociações. Aguardamos um pouco mais de informações para entender exatamente como as coisas ficam a partir de agora”.

Mesmo em um cenário indefinido, o executivo adiantou quais passam a ser as prioridades do negócio. “McDonald’s e COI decidiram antecipar mutuamente o fim acordo, que era até 2020. A companhia quer concentrar seus esforços no investimento de suas prioridades de negócios, que passam pela parte de experiências, qualidade e novos produtos junto aos seus consumidores”. 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações