Heineken pisa no acelerador com ativação no Rio de Janeiro

Marca conclui com sucesso F1 Experience na cidade. Evento movimentou a orla carioca

Divulgação/ Lucas Sá

Cada ponto de vista é a vista de um ponto. Se para alguns tomar cerveja é apenas o ato de virar o copo, para tantos outros pode ser uma experiência memorável. Mesmo quem não está dentro do mundo do marketing sabe que esse viés sempre pautou a maneira como a Heineken se posiciona como marca. Neste final de semana, na Praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, a empresa promoveu o F1 Experience, um grande evento com uma série de ativações que movimentou a orla carioca.

O objetivo é estreitar a relação da cerveja com o mais badalado circuito mundial de automobilismo e promover o GP Brasil da F1, que neste ano tem o naming rights da marca. O desafio? Mostrar ao público que, apesar do título estar decidido a favor de Lewis Hamilton e a temporada não contar com um brasileiro (pela primeira vez desde 1970), a emoção das pistas está longe do fim.

Para a Heineken, mais óbvio que usar a tangente para ganhar segundos preciosos na pista é mais uma vez apostar em um de seus principais ativos como marca: a experiência. Nada mais coerente então que levar para as ruas a emoção da F1, que geralmente fica restrita aos Grandes Prêmios e, consequentemente, a cidade onde as corridas acontecem.

Aberto ao público, o evento começou às 9h, quando o ex-piloto da F1, Felipe Massa, acelerou uma Williams na enseada de Botafogo. Na sequência, foi possível conferir as performances e manobras de drifting racing da equipe Drift Meet Team e os shows de motos acrobáticas do Força e Ação. Quem foi ao local das ativações porque tem “gasolina nas veias”, também viu um dos troféus oficiais do circuito brasileiro, que foi desenvolvido pelo designer holandês, Ramses Dingenouts.

“Pra gente, é necessário contar uma história. Não queremos apenas colocar nosso logo nas pistas ou em placas de campo. E embora o patrocínio seja global, a gente se preocupa em contar algo relevante para o consumidor brasileiro. A campanha em todo o mundo fala sobre trabalho em equipe, pois ao contrário do que muita gente pensa, a F1 não é um esporte de um homem só. No Brasil, montamos então nosso time, com a Williams, o Barrichello e o Felipe Massa para levar a emoção das corridas para quem talvez nunca tenha tido acesso. E isso é muito sensorial. Quando você ouve o barulho do carro sente arrepiar todos os fios de cabelo. Quem esteve aqui nunca mais verá a F1 da mesma maneira”, afirma Vanessa Brandão, diretora de marketing da Heineken.   

Questionada sobre as sinergias entre o marketing e as pistas, a executiva não derrapou. “O evento aqui foi como se fizéssemos um zerinho na pista, com um risco calculado. Montamos uma operação, que envolve prefeitura, CET Rio, e uma equipe de mais de mil pessoas trabalhando. Você está falando comigo, mas tem uma equipe gigantesca por atrás. O marketing, dentro de uma empresa, talvez seja só o piloto, mas suportado por outras áreas e um grande time, que faz tudo acontecer. Então, como na F1, onde grandes performances são conquistadas sempre com um trabalho em equipe, a gente também não faz nada sem a nossa equipe”, explica.  

Para Felipe Massa, o evento, incluindo a sua participação, não é apenas uma simples ativação de marca, mas uma maneira de manter acessa a chama da paixão e a tradição do brasileiro pela modalidade. “Isso traz uma coisa única para as pessoas. Estamos em conexão. A emoção que estou sentindo, eles também estão sentindo. Eu guiando e eles ouvindo a adrenalina. Isso é o que todo mundo quer ver: um evento dentro da cidade, com uma interação especial do público. As pessoas sentem a falta de um brasileiro, de uma pessoa para curtir na modalidade. O que a Heineken está fazendo aqui é muito importante”, afirma o ex-piloto de Fórmula 1.

Para completar a diversão, a marca também promoveu a Heineken Parade, composta por uma equipe de performers que realizaram coreografias e intervenções por toda extensão da pista. O Heineken F1 Experience também contou um palco móvel, onde o público pode curtir um show conjunto de Fatnotronic e Preta Gil.

No próximo domingo (10), o evento aterrissa em Porto Alegre (RS) com as mesmas características e a participação do também ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello, que vai acelerar nas ruas gaúchas do Gasômetro.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações