Mercado de chocolates terá Páscoa da lembrancinha

Com economia em recuperação, fabricantes investem em produtos mais acessíveis

A Páscoa 2018 não será menos doce. Essa é a promessa do mercado de chocolates, que vem se recuperando dos efeitos da crise econômica. Em 2017 foram produzidos 36 milhões de ovos, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) e as expectativas não são diferentes para a produção para o próximo dia 1 de abril.

Principal data para a indústria, a Páscoa ganhou novas estratégias de comunicação e vendas para garantir bons negócios. Além dos tradicionais ovos, ganham espaço nas gôndolas caixas de bombom, cestas, coelhos, cenouras e ovinhos de chocolate. Nesta terça-feira (23), algumas das principais marcas do mercado apresentaram seus lançamentos para este ano e discutiram sobre as mudanças de posicionamento e apostas em produtos feitos para compartilhar.

“A estratégia de Lacta é realmente oferecer produtos que democratizem o consumo. Para esta Páscoa, a gente está bastante otimista quanto aos resultados. Este ano viemos com mix de produtos com algumas inovações. Desde ovos com tamanhos diversos, assim você temos preços acessíveis também e ovos maiores para compartilhar”, destaca Marcela Mariano, diretora de chocolates Mondelez Brasil. A marca traz, por exemplo, caça aos ovos, pacote com mini ovos de chocolate e ovinhos Hora da Aventura, com valor inferior a R$ 30.

A Ferrero vem com estratégia semelhante, com objetivo de continuar oferecendo seu produto de valor agregado, mas em caixinhas menores para presentear. É o que explica Enrico Martini, gerente regional de marca. “Ferrero é de fato um produto com valor agregado alto. Tem matérias primas de altíssima qualidade então o preço é uma consequência. A nossa estratégia é dar uma opção para presentear em cada faixa de preço. Colocamos produtos novos nas faixas de preço menor, por exemplo, trazemos a embalagem especial de Páscoa Raffaello e Ferrero saindo abaixo de R$ 10. O que antes não tinha. O Grand Rocher, que lançamos não ano passado de forma muito limitada, deu certo e retornamos com maior distribuição e preço mais acessível”.

Também a Nestlé chega com lançamentos com melhor custo-benefício, trazendo a Toca Coelho Miniovos Alpino e o Tubo Surpresa Miniovos, opções aos tradicionais ovos maiores da marca. “No ano passado, que foi bastante desafiador por causa da crise mais intensa, a gente começou esse trabalho com produtos de menor desembolso e maior valor agregado. Para este ano a gente seguiu com essa estratégia. Dos nossos 20 itens, seis são com desembolso menor, ou seja, que custam até R$ 25”, ressalta André Laporta, gerente de marketing para a Páscoa da Nestlé.

Acompanhe a reportagem completa na próxima edição impressa do PROPMARK.

 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações