80% das empresas estão investindo em inteligência artificial

Mercado aponta demanda por profissionais que possam traçar estratégias e superar barreiras iniciais

Cerca de 80% das empresas globais estão investindo em Inteligência Artificial, segundo pesquisa da Teradata, especializada em dados e analytics. Os resultados apontam que uma de cada três corporações acreditam que suas organizações precisarão investir mais nos próximos 36 meses para se manter no ritmo dos concorrentes. O estudo foi conduzido pela Vanson Bourne, empresa de pesquisas para a indústria de tecnologia, em 260 grandes companhias em todo o mundo.

Divulgação

Entre os desafios da expansão da área está a criação de novas posições de liderança, como a do Chefe de Inteligência Artificial (CAIO, em inglês), como parte da estratégia para superar as barreiras iniciais. Esse tipo de executivo será responsável por alinhar e coordenar a adoção de IA nas empresas.

"Há uma tendência importante surgindo, e isso fica claro na pesquisa. As empresas já olham para a IA como a prioridade estratégica que ajudará as empresas a se destacarem dos seus concorrentes diretos. No entanto, para alavancar todo o potencial no uso da tecnologia e ganhar o máximo de ROI, os executivos precisarão renovar suas principais estratégias para que a IA tenha um papel amplo – do datacenter à sala de reunião", afirma Atif Kureishy, vice-presidente de práticas emergentes da Think Big Analytics, uma empresa da Teradata.

A pesquisa revela também que as empresas estão otimistas, e esperam que seus investimentos na tecnologia ultrapassem seu custo inicial de adoção. As indústrias que esperam ver um grande impacto do Inteligência Artificial são as de TI, tecnologia e telecomunicações (59%); negócios e serviços profissionais (43%); e atendimento ao cliente e serviços financeiros (32%).

Os executivos que esperam ver a IA alavancar a receita nas suas empresas destacam três áreas desafiadoras: inovações de produtos, pesquisa e desenvolvimento (50%); serviços de atendimento ao cliente (46%); supply chain e operações (42%). Isso se reflete em algumas áreas de mais investimento em IA, como a experiência do cliente (62%), inovação em produtos (59%) e excelência operacional (55%).

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações