Amazon deve se tornar 3ª que mais ganha com publicidade digital nos EUA

Gigante de tecnologia deve gerar no ano US$ 4,6 bilhões em receita publicitária online

AdrianHancu/iStock

Em julho deste ano, a Amazon já havia revelado que a publicidade assumiu um papel importante no share de faturamento da companhia. A receita com o formato cresceu 132% no primeiro semestre, em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo US$ 2,2 bilhões. Agora, de acordo com dados revelados nesta semana pela empresa de pesquisa eMarketer, a companhia dever escalar algumas posições no ranking dos principais vendedores de publicidade digital nos Estados Unidos.

Em números gerais, isso significa que Amazon deve gerar no ano um total de US$ 4,6 bilhões (R$ 19 bilhões) em receita publicitária online no mercado norte-americano. Com isso, de acordo com o estudo, a gigante ultrapassa companhias como a Oath, da Verizon, e a Microsoft, ocupando a terceira posição. Apenas Google e Facebook estão agora a sua frente.

O cenário estimado pela eMarketer é que a empresa criada por Jeff Bezos passe a deter aproximadamente 4,15% do market share de receita publicitária nos Estados Unidos, acima dos 2,7% previstos em março deste mesmo ano. O que explica tamanho avanço? De acordo com a empresa de pesquisa, fatores como crescimento orgânico das receitas publicitárias e alterações na contabilidade foram determinantes para chegar ao resultado.

Do ponto de vista contábil, alguns serviços publicitários, antes contabilizados como custo de venda, passaram a ser classificados como receita, o que interfere diretamente no ajuste da projeção. Ainda de acordo com a eMarketer, a diferença para outros players como Google e Facebook é que a Amazon atrai anunciantes que buscam informações diretas sobre a conversão de seus anúncios em vendas.

Vale registrar, no entanto, que as duas gigantes que ocupam o topo do ranking ainda estão bem a frente de todas as outras companhias. As projeções registram que, juntas, elas controlarão 58% do mercado de publicidade digital dos Estados Unidos, com faturamento combinado de US$ 64 bilhões (R$ 264,6 bilhões).

Em paralelo ao avanço da receita publicitária, a Amazon também traz em sua estratégia um investimento agressivo em ponto de venda. Não à toa, a empresa de tecnologia pretendo abrir até 3 mil Amazon Go, sem caixas, nos próximos anos. Com isso, o objetivo de Bezos é revolucionar a experiência de compras físicas de uma vez por todas, nos Estados Unidos e no mundo.  

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações