Eficiência de campanhas com links patrocinados aumenta em 2016

Estudo da iProspect analisa buscas e estratégias de anunciantes no marketing digital

iStock/robuart

Um relatório da iProspect, chamado “Paid Search Trends”, mostra as mudanças nas plataformas de busca, assim como estratégias de anunciantes para campanhas de marketing digital em 2016. Segundo o estudo, a busca paga em dispositivos móveis prevaleceu, aumentando também a eficiência das campanhas com links patrocinados e o crescimento do formato “Shopping Ads” ou listas de produtos com link direto para compra no display do Google.

Em 2016, as campanhas de busca paga apontaram expansão e maior eficiência. O crescimento foi de dois dígitos em impressões (19%) e clicks (15%), além da queda de 5% no custo por click (CPC). De acordo com o relatório, essas modificações no mercado têm refletido em mudanças no comportamento dos anunciantes, que começa a desenvolver campanhas cada vez mais assertivas, como nos formatos de anúncios em pesquisas no Google.

Segundo Rodrigo Turra, presidente da iProspect Brasil, “as marcas estão registrando cada vez mais retorno de estratégias segmentadas de audiência que as campanhas digitais permitem. Eles estão também priorizando a busca paga em dispositivos móveis, onde a maior parte das buscas agora ocorre. Cresce também a sofisticação na mensuração de resultados, permitindo um entendimento mais completo e efetivo das vantagens de uma abordagem ‘mobile-first’”.

A busca paga móvel também continuou ascendendo em 2016, porque os clicks dos dispositivos móveis superaram os vindos de desktops. A pesquisa afirma que 52% dos clicks tem origem no mobile. “Mais do que uma tendência, a busca paga móvel já é uma realidade e as empresas precisam incorporar isso a suas estratégias digitais o mais breve possível”, explica o presidente da iProspect.

Divulgação

Outro crescimento considerável foi no “Shopping Ads”, conhecido como Google PLA (Product Listing Ads). No período de dezembro, entre a Black Friday e a Cyber Monday, essa categoria aumentou em 55% o tráfego e 9% as vendas. Em um plano anual, o aumento foi de 76% em impressões e 44% em tráfego.

“Certamente, esta é uma área de atenção em 2017, até porque o Google continua a desenvolver formatos mais visuais de apresentação de produtos para compra em buscas. No entanto, esperamos mais competição nesta área com a Amazon utilizando mais este formato. Esse formato é importante, pois tende a engajar mais cedo o consumidor para a marca em sua jornada de compra”, explica Rodrigo Turra.

O estudo foi organizado nos Estados Unidos e se baseou no rastreamento de mais de 176 mil campanhas online ativas em vários países de 1.300 contas do Google Adwords. 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações