Lookalike: público semelhante, novos resultados

Divulgação

Se você quer ampliar o impacto de suas campanhas, com uma alta taxa de assertividade, saiba que o lookalike pode ser o que você procura. É uma maneira de criar campanhas que vão além do retargeting, permitindo a expansão de seu público a partir de pessoas semelhantes às que já tiveram contato com sua marca em campanhas anteriores.

Ao fazer lookalike, os esforços são direcionados para atingir um público com um perfil parecido a sua base recorrente: as pessoas que mais convertem ou um segmento para o qual você já destinou uma campanha.

A diferença entre lookalike e retargeting pode ser explicada por meio de uma analogia com uma loja de chocolates. Você poderia fazer uma campanha sem segmentação para uma determinada quantidade de pessoas, para pessoas que gostam de chocolates – campanha segmentada –, ou para consumidores que já visitaram a loja – retargeting – ou ainda para pessoas semelhantes a estes consumidores – lookalike.

Claro que o retargeting continua sendo importante, e necessário, quando você quer fazer uma campanha específica para quem já comprou ou zapeou por sua loja virtual, por exemplo.  Mas com o lookalike expande-se o leque de pessoas com quem você pode falar.

Dando um passo atrás, você só poderá atingir pessoas parecidas com o seu público de interesse se souber quais são as suas características. Então, como fazer para conhecer a sua audiência e depois partir para o lookalike? Atualmente, tecnologias inovadoras, como as usadas por data management platforms (DMPs) permitem obter relatórios detalhados sobre a sua audiência. Elas fornecem características, comportamento online de seu público, sua intenção de compra e as marcas preferidas. Dá para apontar ainda dados demográficos como idade, gênero, escolaridade, estado civil e classe social.

Você pode estar se perguntando como trabalhar com lookalike a partir desses dados. Além dessa análise, os DMPs também permitem que você “salve” essas características para ativá-las em DSPs (demand-side platform) ou portais que realizam campanhas com audiência estendida. Resumindo: lookalike é uma maneira inteligente de mirar em novos alvos a partir dos que já estão fidelizados, ampliando o alcance de sua marca e seus índices de conversão.   

Adriano Brandão é diretor comercial da Navegg

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações