Publicidade móvel tem um quarto da receita de anúncios digitais nos EUA

Relatório do IAB aponta avanço de 75% em 2014

Receitas de publicidade móvel nos EUA cresceram em 2014, de modo que agora são responsáveis por um quarto de todas as receitas de anúncios digitais. O relatório ‘Internet Advertising Revenue’, do Interactive Advertising Bureau (IAB), é um compilado de informações fornecidas por empresas que vendem anúncios na internet. De acordo com ele, o total de receitas de anúncios digitais aumentaram 16% durante 2014 e chega a uma nova alta de US$ 49.5 bilhões.

A publicidade móvel avançou 75% para chegar a US$ 12,5 bilhões, no mesmo período, elevando sua participação no total de 17% para 25% em apenas 12 meses.

"Os profissionais de marketing reconhecem claramente que os consumidores estão levando vidas móveis de primeira e investindo seus dólares em anúncios", disse Randall Rothenberg, presidente e CEO da IAB.

A publicidade em mídia social também registrou bons retornos, trazendo US$ 7 bilhões em 2014, com aumento de 57% em relação ao ano anterior. David Silverman, sócio da PwC US, que elaborou o relatório, observou que a mídia social é "uma atividade móvel significativa" e que "o crescimento das receitas de publicidade acontece porque os consumidores gastam mais tempo conectados".

Os vídeos digitais cresceram três vezes mais rápido que os de exibição, do qual é parte integrante. Foi um aumento de 17% (US$ 3,3 bilhões), em comparação com os 5% de elevação no mercado de exibição, avaliado em US$ 13.5 bilhões.

Os banners aumentaram pouco mais de 1% (US$ 8 bilhões) enquanto rich media registrou aumento de 6%, atingindo US$ 1,4 bilhões. No geral, a quota do mercado digital de exibição caiu de 30% para 27%.

Mecanismo de busca continuou a avançar em ritmo lento, subindo 3% (US$ 19 bilhões). Ele continua sendo o maior formato digital, mas a sua quota de mercado caiu de 43% para 38%.

Anunciantes de varejo continuam representando a maior categoria de gastos com publicidade na internet, responsável por 21% em 2014. Em seguida, serviços financeiros e automotivos representam 13% e 12%, respectivamente, valores que eram os mesmos em 2013.

*Com informações do IAB e do Warc

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações