Brasil
França

“Mais agências de PR no festival fortalecem a indústria”, diz Patricia Bartuira

Diretora de contas da FleishmanHillard estará no júri do Cannes Lions

PR

Patricia Bartuira, diretora de contas da FleishmanHillard, representará o Brasil no júri de PR do Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions. A estreia da profissional na premiação vem com o desafio de manter os bons resultados que a categoria conquistou no ano passado, quando bateu recorde com a obtenção de 10 Leões. Segundo Patricia, o país tem potencial para construir em PR a mesma reputação que a publicidade brasileira conquistou em Cannes. Confira a seguir trechos de sua entrevista ao PROPMARK.

Divulgação

Estreia
Sou uma estreante no Cannes Lions. É uma honra estar entre o seleto grupo de jurados brasileiros no maior prêmio de criatividade, comunicação e marketing. É também motivo de orgulho representar a Fleishman-Hillard, uma das maiores agências de PR do mundo, que está presente no Brasil há três anos. A expectativa é a melhor possível, seja pelo nível dos trabalhos da categoria de PR, pelas palestras e workshops com os principais nomes de comunicação mundial. É uma troca de experiências muito enriquecedora.

Categoria PR
Espero ver um número cada vez maior de agências participantes e trabalhos criativos. Ter mais agências no Cannes Lions fortalece a indústria do PR globalmente, amplia a visibilidade perante os clientes e o mercado. No caso específico dos trabalhos de PR brasileiros, espero que o Brasil conquiste a mesma relevância e espaço que alcançou nos últimos anos no segmento de publicidade. Somos o país da criatividade e das mensagens consistentes capazes de mudar percepções.

Diferencial
Um trabalho de PR precisa ser verdadeiro, criativo, e estar alinhado com os objetivos de negócios do cliente. Um ponto muito importante é também ter resultados mensuráveis, saber identificar o impacto desse trabalho em seus públicos.

Potencial
Sem dúvida, temos potencial para construir em PR a mesma reputação que a publicidade brasileira conquistou em Cannes. Ano passado, tivemos o recorde de 10 trabalhos nacionais premiados. Até o momento, vi poucos cases brasileiros, mas tenho certeza que veremos ótimas histórias e temos tudo para superar o resultado do ano passado.

Novo momento 
A discussão e o questionamento estão entre os importantes pontos do trabalho de PR. Significa ouvir o público, encarar críticas e tomar atitudes. As marcas já perceberam esta necessidade. Assim como perceberam a relevância da transparência e da adequação entre discurso, ação e impacto na sociedade. Não é mais sobre falar, mas incentivar a transformação. Quem faz PR precisa aprender a se posicionar de forma diferente. Precisamos aprender a mensurar os resultados e vender melhor as ideias. Só assim, o PR vai competir em pé de igualdade com as agências de publicidade.

Festival
O festival de Cannes é uma referência mundial, mobilizando agências e profissionais de comunicação dos mais diversos países. É um sonho para muitos profissionais apresentarem seus trabalhos lá. Tudo que se discute durante os dias do festival ganha visibilidade por muitos anos no mercado. É uma troca de experiências, ideias e processos que vai influenciar toda a cadeia do segmento. Mais importante, é o momento de discussão sobre o comportamento humano, afinal, comunicação lida diretamente com a emoção.

Transformações
As mudanças deste ano são interessantes. Com a redução das categorias, haverá mais disputa pelos Leões, o que, consequentemente, elevará ainda mais a qualidade dos trabalhos inscritos e torna o festival ainda mais criativo. Ganham o mercado, os participantes e o público. Outras boas mudanças e que refletem a evolução de nosso segmento foram as criações das categorias Brand Experience, Creative E-commerce e Social and Influencer Lions. Destaco também a transmissão das premiações via internet e os seminários online, o que dão agilidade e permitem o acesso de um maior número de pessoas ao que há de melhor em criatividade e comunicação.

Leia mais
“Dizem que Deus está nos detalhes, isso é craft”, diz Alessandra Sadock
“A publicidade no Brasil não é só uma profissão. É uma paixão”, diz Rafael Rizuto

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações