Clássico "Primeiro Sutiã" é recriado com protagonista trans

Comercial histórico para Valisère, assinado por Washington Olivetto, ganha uma nova versão da Madre Mia Films

Reprodução/Vimeo

A Madre Mia Filmes produziu um remake do filme “Meu Primeiro Sutiã”, criação de Washington Olivetto datada de 1987. O filme deixou um legado ao inserir na propaganda o conceito da “primeira vez” de um ser humano, tratando com sutileza o processo que ocorre com uma adolescente que percebe as transformações acontecendo com o seu corpo.

Relembre:

A releitura do filme foi feita para a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), que desenvolveu um estudo sobre os assassinatos das pessoas Trans em 2018 e divulgou o Mapa de Transfeminicídios.

A escolha da protagonista do remake foi garimpada para encontrar um personagem real, o que no filme se traduz na percepção de que se o primeiro sutiã é marcante para uma adolescente, imagine para uma jovem transexual que está se conhecendo como mulher.

O filme foi costurado para despertar a empatia do público, mostrando a história real de um pai que não entende o que a filha está vivendo, assim como grande parte da população.

O próprio Olivetto já assistiu ao remake. "Desde o seu lançamento, em 1987, o comercial ‘O Primeiro Sutiã’ foi diversas vezes citado e parodiado na publicidade e na comunicação em geral", diz o publicitário. Ele continua: "a primeira vez que isso aconteceu, foi no programa humorístico TV Pirata, precursor do Casseta & Planeta, numa paródia em que a Debora Bloch protagonizava o papel que no comercial foi protagonizado pela Patricia Lucchesi. De lá pra cá isso ocorreu inúmeras vezes a ponto de em 2008 eu ter lançado o livro 'O Primeiro a Gente Nunca Esquece' com uma coletânea de muitas das milhares de citações sobre o filme que apareceram na mídia com o decorrer dos anos", explica Olivetto.

"Acho mais do que natural que nos dias de hoje, quando a opção trangênero saiu do armário na vida e por consequência na publicidade, que seja feito um filme como esse inspirado no ‘O Primeiro Sutiã’", finaliza.

A divulgação da campanha na mídia será feita por uma parceira estratégica, a ROIx Content, empresa de conteúdo programático, mídia e inteligência de dados.

No final do filme, vem o desfecho emocioante.

Confira:

 

Mídia: ROIx  Content

Título: Meu primeiro sutiã

Campanha: Meu primeiro sutiã

Cliente: ANTRA - Associação Nacional de Travestis e Transexuais

PRODUÇÃO MADRE MIA FILMES

Produção Executiva: Telma dos Reis

Direção de cena: Rafael Damy

Assistência de direção: Bárbara Aranega

Direção de Fotografia: Guillermo Muse

Figurino: Kleber Lucin

Make hair: Miriam Kanno

Coordenação de Produção: Ana Paula Domingues

Direção de produção:  José Alfredo Sahm

Produção: Janaína Mesquita

Coordenação de Pós Produção: Alexandre Fernandes

Assistente de Coordenação de Pós Produção: Gabriel Leça

Produtora de Som: Cabaret

Montador: Rodolpho Ponzio

Finalizador: Poliana Pompeo

Correção de cor: Marla

Motion: Warriors e Willian Santos

Central de cópias: Pedro Viciti e Welthon Lopez

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações