Instituto de coaching que fez merchandising em novela é advertido pelo Conar

Ação em 'O Outro Lado do Paraíso' rendeu polêmica por causa da abordagem

Divulgação

Em sessão plenária do conselho de ética do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), os conselheiros decidiram por unanimidade adverter o Instituto  Brasileiro de Coaching (IBC), pela polêmica ação de merchandising do IBC retratada na novela global 'O Outro Lado do Paraíso', em que o coaching era abordado na trama. A reunião do  Conar foi realizada nesta quinta (12).

O merchadinsing rendeu polêmica desde o início, principalmente por causa da hipnose. A primeira cena com a ação foi exibida no dia 2 de fevereiro. Uma das cenas descrevia o coaching por quase três minutos. Na novela, Laura (interpretada pela atriz Bella Piero) sofreu abusos do padrasto, Vinicius (Flávio Tolezani), durante a  infância.  Então, Adriana (Julia Dalavia), advogada  que tem conhecimentos sobre coaching, ajuda Laura a vencer o trauma por meio da hipnose que a levou ao passado, que seria parte do processo do coaching.

O Conar abriu representação a partir de uma primeira reclamação, que alegava confusão entre a atividade de coaching e de psicoterapia, uma vez que as cenas causaram o entendimento de que o coach pode garantir resultados a um trauma psicológico por meio de hipnose. Após essa representação, outras dez denúncias foram recebidas. O processo ético referente à ação é o de número 055/18.

 Leia mais

Conar vai julgar coaching em novela O Outro Lado do Paraíso

 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações