O que você precisa saber para começar a semana de 26/02

Cortes na publicidade da P&G, fake news e o começo do Mobile World Congress são destaques

Fake News foi um dos temas em destaque no Fantástico deste domingo (25). A reportagem descobriu que mais da metade do tráfego da internet é feito por bots, capazes de fazer um tema se transformar em tendência, atacar uma figura pública ou espalhar um boato.  Além disso, acompanhou um processo de se criar uma fake news e identificou o quanto ela pode impactar na vida das pessoas. O tema havia sidomanchete da edição impressa de PROPMARK em 19/02.

A P&G anunciou cortes nos investimentos em publicidade na ordem de US$ 400 milhões até junho de 2021. Segundo informações do AdAge, o encolhimento nos investimentos será somado aos US$ 750 milhões que já foram reduzidos nos últimos três anos fiscais. Para chegar ao planejado, a P&G já havia cortado o fee das agências que prestavam serviços para suas marcas globalmente desde 2015 em 60% .  A empresa, cujo marketing é liderado por Marc Pritchard, também está mudando a dinâmica de trabalho com as agências. A ideia é apostar mais no modelo "open source" em cada projeto ao invés de confiar exclusivamente em agências registradas.  

Divulgação


A decisão é paralela a um movimento de grandes anunciantes que ameaçam reduzir os investimentos em publicidade digital. Reportagem do PROPMARK repercutiu um anúncio da Unilever de que deve seguir os passos da P&G e reduzir investimentos globais de publicidade no Facebook e Google. Segundo os entrevistados, isso pode não ser apenas uma retaliação ao fake news e às publicações de ódio e conteúdo tóxico veiculadas inadvertidamente pelas redes sociais. Tudo indica que, após alguns anos de “duopólio” das gigantes digitais, anunciantes buscam retomar o controle e, principalmente, o diálogo transparente que sempre marcou o relacionamento com veículos de uma maneira geral. 

Já começou em Barcelona o Mobile World Congress e uma das primeiras novidades é o novo Samsung Galaxy S9, e o S9+.  Neste domingo (25), o aparelho foi lançado tendo em vista as formas mais modernas como os consumidores compartilham as suas experiências serviu de base para a criação dos novos integrante da família S, o Galaxy S9 e S9+. Durante muito tempo, ao falarmos de boas câmeras, os argumentos eram as quantidades de megapixels, abertura de luz, dual pixel, e, agora, a marca começa a falar de coisas que superam a visão humana. Dentre as atrações, há emojis de realidade aumentada.


 A Band não vai transmitir os jogos da Copa do Mundo da Rússia 2018, que acontece  entre 14 de junho e 15 de julho. A emissora revelou em comunicado que focará seus investimentos no desenvolvimento e lançamento de programas próprios. "Mais de dez novas atrações já estão confirmadas na composição da grade, sendo que oito delas estreiam até abril. O evento de apresentação ao mercado publicitário  está marcado para o dia 27 de fevereiro", afirma a emissora.

Divulgação


Uma campanha do Governo Federal em defesa do decreto que autoriza intervenção na segurança pública no Rio de Janeiro, criada pela Artplan, recebeu inúmeras críticas nas redes sociais. Na peça veiculada no jornal O Globo, o governo comunica que a intervenção será feita até o dia 31 de dezembro e tranquiliza a população, ressaltando que a partir de agora as pessoas poderão voltar às ruas em segurança.

A semana teve novidades na liderança de entidades e agências. O executivo João Branco (PepsiCo) será eleito no próximo dia 22 de março para um mandato de dois anos como presidente da diretoria nacional da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes). Ele já ocupa essa posição desde agosto do ano passado quando substituiu Juliana Nunes que era-vice-presidente de assuntos corporativos, sustentabilidade, recursos humanos e compliance da Brasil Kirin. Branco assume no dia 24 abril.  Outra mudança ocorre na ABEMD, onde Efraim Kapulski deixou a presidência da entidade após 16 anos. Será substituído por Antonio Rosa Neto.

Divulgação


A WMcCann anunciou que, após seis anos como presidente da operação, Martin Montoya se desvincula da agência.  A mudança atende ao desejo do executivo de empreender novos caminhos profissionais, e à necessidade da WMcCann de readequar-se a seu novo momento e focar sua energia sob a liderança Hugo Rodrigues, chairman e CEO da agência.

Uma reunião entre o prefeito João Doria, de São Paulo, com lideranças do mercado publicitário como Mario D'Andrea, Edu Simon e Luiz Lara teve como pauta a cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços) às agências. Pelas novas regras, elas terão que recolher o tributo sobre o seu faturamento bruto e não sobre a sua receita.  O mercado teme  uma radical perda de receita, e as agências acreditam que só podem ser tributadas pelo valor da sua remuneração e não pelo total faturado.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações