Sala de performance da Sky une as agências Blinks, Mirum e Ampfy

Operadora de TV paga concentra acervo de dados em data lake único com plano de ampliar o volume de vendas

Com uma presença online consistente, a operadora de televisão por assinatura Sky está conseguindo usar a tecnologia a seu favor. A geração de leads através das campanhas nos canais digitais está tendo impacto positivo no resultado das vendas da empresa. Em 2017, o volume saiu de 12% contabilizados em 2016 para 31% no ano passado.

Para a temporada de 2018, o projeto é elevar para cerca de 50% a conversão de prospects em negócios de fato. O elemento-chave para a materialização do projeto foi a formalização de uma sala de performance para monitorar o volume de dados obtidos pela própria Sky e pelas agências envolvidas nas suas estratégias de marketing no ambiente digital. A sala une as agências Ampfy, Blinks e Mirum, esta última abriga o hub que também estabelece conexão com profissionais do Facebook, Google, Criteo e Instagram, por exemplo.

Marçal Neto/Divulgação

O plano do anunciante, como explicam Alex Rocco e Alex Greif, respectivamente diretor e gerente de marketing, é trazer para o grupo o núcleo de BI (Business Intelligence) da FCB Brasil, que cuida das campanhas de mídia. “Temos muitas informações em forma de algoritmos e, com esse espaço de análise de desempenho, vamos ter um data lake único para a ativação das nossas vendas. A tecnologia é um fator decisivo, mas com criatividade e profissionais buscando as soluções mais adequadas. As nossas agências, como a Blinks, de mídia de performance, e a Ampfy, de engajamento e brand digital, além da Mirum, vão aumentar o escopo e a efetividade por meio de uma estratégia única”, destaca Rocco.

Os executivos da Sky garantem que essa metodologia vai permitir que os conteúdos mercadológicos sejam integrados; a marca terá extorno de inteligência acumulada; e maior assertividade na compra de mídia digital. “Daí a importância de os canais estarem presentes na sala. Todos analisam as informações em tempo real. Mídia, na verdade, é uma ciência estatística que ganha mais força com a tecnologia para facilitar o cruzamento de dados”, disse Greif.

Uma experiência que a Sky considerou positiva em 2017 foi a opção de não participar da Black Friday com o modelo tradicional de compra de mídia, principalmente para não gerar expectativa sobre a qualidade de leads. A opção foi monitorar as informações disponibilizadas diariamente e montar um planejamento tático sob medida. Nesse caso, o blast das ações garantiu mais retorno. “O first-party data, ou dados proprietários, é cada vez mais importante para uma marca que tem controle do avião”, diz Rocco, enfatizando que a sala de performance proporciona custo/benefício e otimiza investimentos.

Com a campanha Sky é mais, estrelada pela modelo Gisele Bündchen, e Você no controle, com o humorista Fabio Porchat, para o sistema pre-pago, ambas da FCB, a operadora ativa toda a escala de consumo dos seus produtos.

Leia mais
Agricio Neto, VP de marketing da Sky, vai para a Claro TV
Reality de Pantene alcança boa performance e vai para o SBT

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações