Skol, Heineken e Brahma: um estudo sobre o mercado de cervejas

Pesquisa foi feita pela startup MindMiners em parceria com a A.T. Kearney

A startup MindMiners, especializada em pesquisas digitais, realizou, em parceria com a A.T. Kearney, um estudo para entender o hábito de consumo de cerveja dos brasileiros.

A análise identificou as marcas de cerveja mais conhecidas, as preferidas, as mais rejeitadas, além do posicionamento que as marcas construíram frente aos consumidores e o quanto o mercado de cervejas premium e artesanais tem ganhado terreno no Brasil.

Instants/iStock

O estudo identificou que a regionalidade e a idade dos entrevistados impacta diretamente seu perfil de consumo, além de indicar a associação que os consumidores fazem com as marcas.

Heineken é associada a esportes, enquanto Skol a praia e carnaval. Itaipava é associada a festas de rua, Eisenbahn a restaurantes e Original a bares e botecos. 

Sobre as cervejas artesanais, 53% já tomaram algumas vezes, 12% consomem com frequência e a maioria dos consumidores têm entre 25 e 40 anos. 

No Sul, Bohemia e Eisenbahn aparecem entre as top 5 preferidas em restaurantes (23% e 22%, respectivamente). Já Heineken e Budweiser se destacam em restaurantes, festas/baladas e em casa independente da classe social (na classe C, a média de preferência das duas marcas nesses canais é de 38%).

Outros resultados: na balada, a preferência por Skol das mulheres é maior que a dos homens (38% x 31%). Acima dos 41 anos, a preferência por Antártica nos bares é alta (41%, ante 21% da média da marca em todas as idades. 

Confira alguns dos destaques, entre os resultados:

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações