Somos todos gamers

Lá no ano 2000 eu trabalhava na AOL Brasil. Era editor da área de entretenimento e estava pronto para cobrir o Rock in Rio 3, que ia acontecer logo no começo de 2001. Porém, na virada do ano acabei torcendo o joelho e tive de ser operado. A equipe foi e eu fiquei dando apoio de casa, com o pé para cima. Este desvio de percurso foi corrigido no mês passado, quando finalmente estive no meu primeiro Rock in Rio - e, como teria sido em 2001, trabalhando!

A CCXP foi convidada pelo Rock in Rio para criar uma área de games. Invadimos, então, a Cidade do Rock e montamos uma gigantesca ativação de games, que ocupou o interior de duas das três Arenas Cariocas, suas áreas externas e ainda a Olympic Way. Passaram por lá 361 mil pessoas, mais do que qualquer evento de games feito no país até então.

Estes números provam que os gamers estão em todos os lugares! Provam também que, cada vez mais, os jogos eletrônicos são mainstream. E quem duvidar disso, precisa saber que durante a Game XP as ativações iam de uma quadra de street basketball da NBA à maior tela de games do mundo, que foi montada na Oi Game Arena, com 1450 metros quadrados de projeção, onde foram exibidas partidas de Counter-Strike: Global Offensive, Pro Evolution Soccer 2018, Just Dance 2017 e até do game mobile Clash Royale.

Como se pode ver, são gêneros bastante distintos entre si, com plataformas também diferentes, dos consoles e PCs aos celulares, hoje uma das principais formas de se divertir, com games jogados por milhões e milhões de pessoas. Pegando o próprio Clash Royale como exemplo, são mais de 120 milhões de downloads na App Store da Apple e no Google Play.

Achou este número impressionante? Então fique sabendo que o game mais jogado do momento é PlayerUnknown’s Battlegrounds, criado de forma independente pelo irlandês Brendan “PlayerUnknown” Greene e pelo estúdio Bluehole - e que ainda está em estágio de acesso antecipado, ou seja, não é a versão final! PUBG, como é chamado, só será lançado oficialmente no final deste ano para PCs e Xbox One, mas é o atual recordista do número de jogadores online simultâneos no serviço de distribuição de jogos Steam e, em agosto, ultrapassou League of Legends nas transmissões do serviço de live streaming Twitch, interrompendo uma liderança que já durava mais de 3 anos seguidos de domínio absoluto de LOL.

E foi lá na Game XP, em meio a máquinas que iam dos clássicos pinball aos jogos em realidade virtual, que mais uma vez foi provado que hoje em dia, todo mundo é gamer! Eu não tenho um videogame em casa desde que meu PlayStation 3 quebrou. Mas isso não quer dizer que eu não joguei nada desde então. Andei muitos quilômetros atrás de Pokémon com meus filhos, gastei horas e mais horas jogando Alto, chorei com as duas versões de Monument Valley e acabei de baixar SplitterCritters.

Não importa se é no Candy Crush, Paciência ou até mesmo ganhando pontos com as notificações de trânsito do Waze, você pode até não saber, mas também é gamer! E por isso, te espero na Game XP 2018, em setembro!

Marcelo Forlani é diretor de marketing e sócio-fundador do Omelete Group

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações