Unicef busca herói para enfrentar o rei do bullying

É o último trabalho liderado por Fabio Seidl na VML&YR com produção da Zombie e Satelite

 

Divulgação/Zombie

A Unicef, um fundo da ONU para ações relacionadas à infância, lançou nesta sexta-feira (5) uma ação para identificar um herói para enfrentar o rei do bullying The Silent, um vilão inescrupuloso responsável pelo aumento da violência nas escolas. Seu objetivo é calar crianças e adolescentes que são vítimas e testemunhas de bullying, assédio e violência física. O projeto foi apresentado há três dias na Comic-Con.

A intenção é convidar estudantes de todo o mundo para participar de um concurso global de super-heróis e saber que poderes são necessários para acabar com o Silence. O vencedor vai receber mentoria de um artista de quadrinhos profissional e terá uma história publicada e lançada mundialmente. As inscrições podem ser feitas por qualquer pessoa de até 25 anos pelo site.

A criação é da VMLY&R NY, em parceria com as produtoras brasileiras Zombie Studio e Satélite Áudio. Assinam a peça pela agência os também brasileiros Gabriel Jardim, Guto Monteiro diretores de criação e Fabio Seidl, diretor de criação executivo (que recentemente deixou a agência rumo a Velocity NYC, nova start up global do grupo Omnicon). Pelo lado do cliente, mais um brasileiro, Nelson Leoni que liderou a iniciativa na sede da Unicef nos EUA.

“O processo de pesquisa para chegarmos no personagem foi desde de referências clássicas de personagens em quadrinhos, até assombrações típicas de filmes de terror japonês. Encontrar esse caminho foi o primeiro desafio nessa campanha, foram várias linhas criadas, mas que caíram todas logo que encontrados esse desenho macabro, porém sem ser grotesco do Silence. O passo seguinte envolveu construir a narrativa que introduziria ele a nossa ausência e para isso construimos juntos (Zombie e Agência) esse roteiro que evidência a violência, ao mesmo tempo em que mostra a aparição do nosso vilão, sempre que a oportunidade de falar ou relatar a violência sofrida ou presenciada aparece.", explica  Paulo Garcia, diretor da Zombie. 

O profissional disse também que a produtora  usa uma linguagem de quadrinhos para contar essa estória e depois apresenta o “verdadeiro” Silence, deixando claro que sua existência não se limita as estórias em quadrinhos e que por isso precisamos combater esse mal. "E pra lançar um vilão tão terrível como este, nada melhor do que a própria COMIC CON de NY, a casa de todos os heróis e também vilões. Agora é esperar para que o grande herói se manifeste através da imaginação das crianças de todo o mundo, para por fim ao reinado de terror do “Silence””, disse Garcia. 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações