Estratégia digital alimenta os lucros do New York Times

As receitas da empresa com assinaturas na web avançaram para US$ 100 milhões no trimestre

Divulgação

O The New York Times teve grande crescimento de sua operação digital no segundo trimestre de 2018, adicionando 109 mil assinantes.  As receitas da empresa com assinaturas digitais avançaram para US$ 100 milhões no trimestre, alta de 20% em relação ao ano anterior. No total, o NYT faturou US$ 415 milhões no período, alta de 2%.

O lucro foi de US$ 24 milhões, que representou um expressivo crescimento de 51% em relação a 2017. Os números mostram a força da operação digital da publicação. O The New York Times tem agora 2,9 milhões de assinantes exclusivamente digitais, sendo que o total é de 3,8 milhões.

A receita com assinaturas respondeu por quase dois terços da receita total da companhia, diminuindo a porcentagem com publicidade. A companhia sofreu queda de 10% em sua receita publicitária, o que inclui retração de 7,5% no digital – o total foi de US$ 51 milhões.


*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações