Maju será a primeira mulher negra a apresentar o Jornal Nacional

Jornalista passa a integrar equipe de revezamento do programa para os sábados e feriados

Reprodução/ redes sociais

A jornalista Maria Júlia Coutinho, conhecida como Maju, passa a fazer parte da equipe que atua no revezamento da bancada do Jornal Nacional aos sábados e feriados – quando os titulares William Bonner e Renata Vasconcellos estão de folga. No último mês, Chico Pinheiro deixou o time de plantonistas do JN.

A estreia da profissional no principal telejornal da TV Globo acontece já neste sábado, 16. Nos quase 50 anos do programa, Maju será a primeira mulher negra a apresentar o noticiário.

Maju está na Rede Globo desde 2007 e tornou-se conhecida do público em 2015, ao apresentar a previsão do tempo ao vivo no Jornal Nacional. No mesmo ano, a jornalista foi alvo de ataques racistas que ganharam ampla repercussão nas redes sociais e imprensa, incluindo no próprio JN.

O programa foi exibido pela primeira vez em 1º de setembro de 1969, comandado por Cid Moreira e Sérgio Chapelin. A primeira âncora mulher do jornal foi Valéria Monteiro, que assumiu apenas em 1992 – quando o noticiário já estava no ar há cerca de 23 anos. O formato de uma dupla formada por homem e mulher foi fixado em 1996. Já o primeiro negro a apresentar o Jornal Nacional foi Heraldo Pereira, em 2002.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações