Mídia: Fox e Comcast ampliam disputa pela britânica Sky

Operadora é negócio estratégico em meio a uma disputa maior no mercado de entretenimento

Divulgação

Em um negócio de grande porte na mídia internacional, Fox e Comcast estão disputando a compra da Sky, principal grupo de TV paga do Reino Unido. Com uma nova proposta de US$ 32,5 bilhões, a Fox pretende desbancar a concorrente por um negócio que está tentando viabilizar há alguns anos. Segundo a mídia internacional, é provável que a Comcast volte com uma proposta superior nos próximos dias. Em abril, a empresa havia feito uma proposta de US$ 30,7 bilhões.

Liderado pelo magnata australiano Rupert Murdoch, a Fox tenta novamente adquirir 61% da Sky, para que ela faça parte de seus ativos.  Em paralelo, há uma disputa entre os gigantes Walt Disney e a própria Comcast para um negócio hoje na casa dos US$ 85 bilhões pelo controle da própria Fox. 

A Disney tem grande vantagem nessa disputa, já que sua proposta foi aceita pelo Departamento de Justiça dos EUA, desde que venda as 22 redes esportivas regionais da Fox (as RSNs) por questões antitrustes – a empresa já é dona da ESPN. Curiosamente, a Comcast é uma das postulantes a comprar esse negócio das redes esportivas regionais, que é muito grande, com valor próximo a US$ 20 bilhões.

Apesar da vantagem da Disney, um grupo de acionistas da Fox estaria tentando barrar a aquisição, de acordo com reportagem recente do The Hollywood Reporter. A proposta da Disney será votada pelos acionistas no próximo dia 27 de julho. Nesse cenário de aprovação, fica claro que a Comcast, sem a Fox, teria ainda mais apetite pela compra da Sky. 

Entretanto, a Comcast, maior player de TV a cabo dos EUA, está longe de se sentir fora da disputa pela Fox. A mídia internacional acredita que a empresa fará nova proposta antes da reunião do dia 27.

A batalha dura entre Comcast e Fox pela Sky, portanto, faz parte de um contexto muito maior. Por trás disso, o interesse de se tornar um player fundamental na atual configuração da indústria do entretenimento, em que ter conteúdos de qualidade é um diferencial para a disputa com players digitais como Netflix e Amazon. 

Além de operadora, a Sky britânica é um grande criador de formatos de programas, com canais de esportes, notícias, cinema, entretenimento, e diversos outros, com presença em 23 milhões de lares no estratégico mercado europeu. Quem comprar seus ativos, além do conteúdo, terá como bônus ampliar presença no Velho Continente.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações