Pesquisa sobre investimento publicitário destaca Google e Facebook

Juntas, as empresas somam 24,5% de todo o faturamento do setor em 2018, o que equivale a US$ 144,6 bilhões

Estudo do Warc, plataforma internacional de inteligência em marketing, descobriu que 24,5% de todo o gasto em publicidade realizado durante o ano passado no mundo foi utilizado em investimentos no Google e Facebook. Isso representa uma quantia de US$ 144,6 bilhões dentre os US$ 590,4 bilhões totais, uma média de um a cada quatro dólares. O resultado é 20,3% maior do que em 2017, e o Warc prevê aumento de 28,6% para este ano.

Quando se fala de marketing digital, os índices são ainda maiores, e as duas gigantes da tecnologia representaram 56,4% do dinheiro publicitário em 2018. Em 2019, elas devem somar mais de 61% do investimento.  

Para o autor da pesquisa e editor de dados do Warc, James McDonald, uma das principais razões para o sucesso das plataformas é a criação e apropriação dos formatos digitais considerados mais eficazes pelos “tomadores de decisão”: paid search e social. “O Google domina os mecanismos de busca, sendo utilizado em praticamente todas as pesquisas via mobile no mundo e em nove entre dez via desktop. Já o Facebook permite a segmentação dos seus cerca de 1,5 milhão de usuários diários por meio de um rico cache de dados pessoais”, comenta. 

O relatório reforça também que, além de grandes marcas, a acessibilidade das ferramentas de compras de anúncios das duas plataformas atrai ainda uma relevante parcela de pequenos e micro anunciantes, o que vem sendo fundamental para o crescimento de receita.

O Warc destaca ainda três tendências resultantes do duopólio:

1 – O Google e o Facebook estão competindo diretamente pelo mercado de vídeo
O valor do mercado de vídeo online nos 12 principais mercados da WARC  (Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Japão, Rússia, Reino Unido e EUA ) vem crescendo rapidamente e é investido principalmente em mídias sociais, como o Facebook e o YouTube. Atualmente ele equivale a US $ 30,2 bilhões.

2 – O Google está lutando contra o Amazon pelo mercado de buscas e dados sobre hábitos de compra
A Amazon está desenvolvendo sua propria ferramenta de buscas e deve tentar se apropriar da importante fatia de renda do Google em buscas pagas. Além disso, no segmento em crescimento de busca e compra por voz, que gera importantes dados sobre hábitos de compra, a Alexa, da Amazon, está à frente da tecnologia do Google entre os americanos, sendo utilizada por 63% deles.

3 – Gerações mais jovens estão trocando o Facebook pelo Instagram
O Instagram é agora o principal impulsionador do crescimento diário de usuários para o Facebook, e o aumento de sua popularidade não passa despercebida pelos profissionais de marketing, que pretendem ampliar seus investimentos na rede social.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações