Série sustentabilidade: agências refletem consciência sobre consumo

Fim do desperdício, otimização do espaço e proteção ao meio ambiente sinalizam futuro do mercado

Pogonici/iStock

Como é feito... vidro, salame, papel, leite em pó, presunto, chocolate e plástico? Eis alguns complementos do Google para a questão. E não é por acaso.

Dúvidas como “de onde viemos” e “para onde vamos” cotinuam conduzindo a humanidade, mas já faz um bom tempo que outras pesquisas fazem parte da vida das pessoas, principalmente como consumidoras. Como economizar água e energia? Quem testa em animais? Plástico... no oceano, na natureza? Como salvar o planeta?

Além da preocupação com o consumo e o legado para as futuras gerações, há a comoção com tragédias que impactam a fauna e a flora. Tudo isso contribui para a percepção da responsabilidade individual e a vontade de fazer a diferença, cobrando a mesma postura das marcas - estejam elas envolvidas ou não. E o mercado está respondendo.

Por isso, é a partir de uma questão que o PROPMARK inicia esta semana uma série especial sobre sustentabilidade: “Como a maior consciência sobre os recursos naturais, o impacto do próprio consumo e o respeito às outras espécies têm influenciado a sociedade e a indústria?” As reportagens visam mostrar mudanças internas e de mercado em agências e anunciantes que devem impactar a vida do consumidor e, claro, o futuro.

Nesta primeira, reunimos iniciativas de redução de consumo em 12 agências no Brasil. São exemplos de mudanças internas que impactam o mindset dos escritórios e dão uma ideia do que elas devem ajudar a criar para fora - e de para onde caminha o mercado.

Y&R: evolução em dois anos
“Nunca é tarde pra mudar, e ainda mais pra melhor.” A frase é de David Laloum, presidente da Y&R, que fez mudanças recentes. No último dia 7, a agência entregou squeezes e canecas para os colaboradores, e as lixeiras individuais foram trocadas por estações com coleta seletiva, estimulando um novo fluxo de trânsito entre as pessoas na hora do descarte. Em 2017 o time passou a ter vestiários e bicicletários, e a agência já disponibilizava vans para levar os colaboradores até estações de metrô e trem. Além disso, materiais de limpeza e higiene têm sido reavaliados em busca por processos mais conscientes. Só a inserção das squeezes e canecas deve poupar cerca de 25 mil copos plásticos por mês. “2018 foi o ano de planejar, em 2019 estamos colocando em prática. Temos percebido uma aceitação muito bacana dos nossos colaboradores. Sabemos que ainda há muito por fazer e estamos animados em começar”.

Grey: dia do publicitário diferente
Em 1º de fevereiro, dia do publicitário, a Grey presenteou seus colaboradores com canecas personalizadas e convidou a todos para brindarem o “dia”, tido como o marco inicial do processo de transformação socioambiental planejado para a agência. Elise Passamani, VP de operações, conta que além de dar “férias eternas” aos copos plásticos, a agência está engajada com o projeto de separação e reciclagem de lixo no condomínio e trabalhando para desenvolver pilares formais de impacto socioambiental, diversidade e inclusão. “A nossa meta é que sejam programas de longo prazo e transformadores, que saiam do papel ainda no primeiro semestre de 2019”.

 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 

01/02: dia do publicitário. Um presente para o seu dia e para o amanhã de todos! #nomoreplastic #grey #diadopublicitario

Uma publicação compartilhada por Grey Brasil (@grey.brasil) em 1 de Fev, 2019 às 9:27 PST

 

Propeg: o e-mail que mudou tudo
“Depois de mais de 46 anos aqui na Propeg, infelizmente chegou o dia de me despedir. Já estava na hora de mudar mesmo, sei lá... me reciclar... [...] Não me esquecerei das reuniões com o planejamento e todos aqueles Power Points sensacionais, cheios de conclusões e palavras bonitas. [...] Criação, obrigado pelos momentos incríveis que vivemos juntos. As brincadeiras, os cafés que esfriaram... As águas derrubadas sobre o teclado... Atendimentos, minhas meninas... Obrigado pelas marcas de batom que vocês deixavam em mim enquanto pensavam no que escrever naqueles jobs. Eu adorava. [...] Saio com apenas um ressentimento: nunca ter participado de uma reunião com a presidência. Obrigado a todos!” Os trechos acima são de um e-mail de despedida que todos na Propeg receberam há sete anos. A ação marcou a saída do funcionário mais antigo da casa: o “Copo Plástico”. Quando ele deixou a firma, cada colaborador recebeu um kit com um squeeze, uma xícara e uma caneta para personalização. Além disso, foi criada uma campanha interna para comunicar a decisão e engajar a equipe.

Leu Burnett: reciclar, pomar, pedalar
Com cerca de 38 mil copos plásticos por mês, a Leo Burnett trocou os itens por squeezes e canecas. Em salas de reunião e na recepção, os descartáveis também foram trocados por copos estilizados e reutilizáveis. Há ainda uma parceria diária com uma cooperativa de coleta seletiva de resíduos. O lixo reciclável é enviado para empresas do ramo, e os resíduos sólidos para um descarte autorizado. Desde a reforma e a ampliação da sede, em 2011, foram construídas calhas para utilizar água de reúso para jardinagem e limpeza. Também foi plantado um pomar com pés de romã, limão, jabuticaba, laranja, acerola, pitanga, tangerina e maçã. Além do bicicletário junto ao vestiário, em janeiro começou uma parceria com a Grin para a instalação de um terminal de patinetes e bicicletas em frente à agência. “É fabuloso ver como, logo no primeiro dia, os funcionários já adotaram os patinetes e as bikes, tanto no horário do almoço como no fim do expediente”, afirma Marcio Toscani, CO-CEO e COO da agência. A Leo também está trocando as lâmpadas fluorescentes e incandescentes por lâmpadas de LED.

DAN: descarte e reaproveitamento certos
No grupo Dentsu Aegis Network (DAN) houve uma série de mudanças, a começar pelo uso de plástico, tanto para funcionários quando para visitantes. Todos usam canecas de porcelana e as hastes plásticas foram substituídas por colheres de inox. Internamente há um estímulo à reciclagem de alguns materiais, como pilhas e baterias usadas. Foram instalados recipientes de acrílicos nas dependências do prédio do grupo DAN, para o descarte adequado desses materiais. As lixeiras individuais deram lugar a outras centrais com as separações “Lixo Reciclável – lixo seco e limpo” e “Lixo Orgânico e Rejeitos – lixo úmido e ‘sujo’”. Lâmpadas fluorescentes também são armazenas e encaminhadas para a reciclagem. E envelopes de papel são reaproveitados, sempre que possível.

SunsetDDB: água reaproveitada
Sabe aquela garrafa de água que ficou de um dia para o outro e que não será usada? Na SunsetDDB os colaboradores podem armazenar o conteúdo para reaproveitamento no dia a dia. Nas copas são disponibilizados galões para o descarte e, no fim do dia, eles são esvaziados para permitir o reúso. A água armazenada pode ser usada para regar plantas e para limpeza, por exemplo. Assim como em outras agências, os colaboradores têm squeeze e caneca pessoais para eliminar o uso de descartáveis. Quem chega para o time já ganha os acessórios na integração. Um outro ponto é que as pessoas podem levar as próprias coisas, conforme preferência e uso.

Publicis: dentro e fora da fachada
A Publicis tem sua sede localizada no complexo São Paulo Corporate Towers, que segue os requisitos do U.S. Green Building Council e é um dos mais sustentáveis da América Latina. Segundo a agência, o grupo é bastante preocupado com questões ligadas à sustentabilidade e o tema está em crescente importância na casa. Eduardo Lorenzi, CEO da Publicis, acrescenta que há dois anos a agência acrescentou o tema da sustentabilidade ao Comitê da Diversidade e tem algumas iniciativas que pretende colocar em prática nos próximos dois anos. “O projeto arquitetônico do prédio levou em conta o melhor aproveitamento possível da incidência solar, para economizar luz, bem como o aproveitamento d’água da chuva e o resgate de espécies de Mata Atlântica nas áreas de paisagismo”, explica o executivo. Entre as mudanças adotadas no dia a dia, os copinhos descartáveis também sumiram. Todos os colaboradores contam com squeezes para uso pessoal. Além disso, a agência adotou o uso de coleta seletiva de lixo e tem papa pilhas para o descarte correto.

AlmapBBDO: menos 480 mil copos
A AlmapBBDO tem compromisso selado com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente para diminuir consideravelmente o consumo de plástico. Desde julho de 2017, a agência substituiu copos e canudos plásticos por moringas e canecas duráveis, evitando o uso e descarte de 480 mil copos por ano. Para incentivar o uso de transporte coletivo, a agência disponibiliza vans que levam os colaboradores até a estação de metrô mais próxima. Entre itens reutilizados, os jornais são, em grande parte, doados para cuidadores de animais. Além das iniciativas da própria AlmapBBDO, o condomínio no qual a agência está situada também colabora com medidas sustentáveis. O local tem bicicletário e aplica sistema de reciclagem de material e água de reúso.

WMcCann: um novo mindset
Também na SP Corporate Towers, a WMcCann visa ter mais economia de recursos e conforto. Antonieta Stefano, diretora de RH, explica as iniciativas: os colaboradores têm um kit com mochila, moleskine, squeeze, caneca, nécessaire e chaveiro. Há uma política de clean desk inclusive para o chairman e CEO, Hugo Rodrigues. Sem local fixo, também não há telefone e os laptops são usados para as comunicações externas. O uso racional do papel foi implementado, o arquivo de texto digitais e as impressões mínimas são estimulados. Há lixeiras para separação de resíduos orgânicos e recicláveis. E os visitantes são servidos com copos biodegradáveis ou xícaras de louça. O mesmo conceito está sendo implementado no Rio de Janeiro e em Brasília. “O processo de transformação é contínuo, uma vez que as pessoas precisam ser lembradas da importância dessa conscientização. E há o trabalho feito com os novos colaboradores para serem inseridos na nova cultura”, diz a executiva.

F.biz: somando mudanças constantemente
A F.biz tem um conjunto de iniciativas para combater o desperdício. Além de coleta seletiva e incentivar reciclagem, a agência tem temporizador para redução do gasto de água, mecanismo para otimizar a descarga dos banheiros, lâmpadas de led em toda a área comum do escritório, controle de impressões para evitar o desperdício de papel e sistema de irrigação automáticos de plantas. Os próximos passos estão praticamente definidos. A F.biz está com uma série de ações em fase final de planejamento. Entre elas há a troca das paletas de plástico por paletas de madeira, a substituição de copos de plástico por biodegradáveis em áreas comuns e a distribuição de itens de uso permanentes para os funcionários.

Sapient AG2: mais digital, menos papel
Um cartão de visita virtual, via QR Code, para evitar o desperdício de papel. A mudança começa a ser adotada na Sapient AG2 nos próximos dias, de acordo com Miriam Shirley, CEO da agência. A executiva explica que a agência é digital e as impressões são quase zero. Outras iniciativas feitas da porta para dentro incluem a coleta seletiva de lixo e todo colaborador ter a própria squeeze para o consumo de água no dia a dia, reduzindo assim o volume de uso dos copos plásticos. “As atitudes de consciência ambiental começam por pequenas iniciativas, e esse é um dos motivos de estarmos alocadas em um prédio sustentável”, afirma.

Mark Up: mudança gradual
Em agosto de 2019 vai completar dois anos que a Mark Up adotou o copo de acrílico com canudo para seus colaboradores. O copo foi lançando junto com a campanha interna #AquiÉDiferente. Mas não parou por aí.  Em junho do ano seguinte, a agência de live marketing passou a oferecer aos seus funcionários uma garrafa de vidro com infusor dentro por questão de higiene e conservação.  As mudanças tiveram duas razões. A primeira foi diminuir o uso de copos descartáveis, que eram muito utilizados pelas equipes. A segunda foi a questão de segurança, em função dos acidentes com copos de água e café nas mesas, próximos dos computadores. De acordo com a agência, foram confeccionados copos em grande quantidade para distribuir para clientes e fornecedores. Houve 100% de aceitação e muita viralização nas redes sociais. A iniciativa não ficou apenas no dia a dia. A confraternização de fim de ano de 2018 também não teve descartáveis, todos os copos foram de acrílico. 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações