Matheus Mazzafera fala sobre crescimento do canal e parcerias com marcas

Quatro milhões de inscritos, ações com diversas empresas e sonhos de expandir sua comunicação

 

Foto:Iudi Richeli

Menos de 1000 dias. É o tempo de vida do Hottel Mazzafera, canal de lifestyle que tem atualmente quatro milhões de inscritos e chega a alcançar 50 milhões de visualizações por mês. O espaço nasceu na oportunidade após o desemprego. Com passagens pelas revistas Vogue, Marie Claire, e as emissoras Record, Band e RedeTV!, Matheus Mazzafera havia acabado de sair da TV, mas queria continuar entrevistando e contando histórias.

Aos 37 anos, três deles à frente do canal, o youtuber acredita que já fez parcerias com mais de mil marcas. No espaço, ele faz merchan e inserções, posts, presenças, além de cobrir eventos e criar projetos especiais. Entre as ativações estão Fique Diva Com Niely na Beauty Fair e Drink Right, F*** Right, de Skol Beats. Só nos últimos três meses ele participou ainda de ações para Avianca, Skymilhas, Walmart, Tim, Valda, Restoque e Mastercard, com a campanha Amigos Pelo Mundo.

"Meu perfil é amplo, moda, lifestyle, beleza, viagem, humor. Sou muito camaleão e praticamente qualquer marca pode ter espaço no meu programa. Para 2019, minha equipe já está trabalhando em parcerias anuais para aumentar o envolvimento", conta.

Na entrevista a seguir, ele revela o que leva em consideração antes de aceitar uma parceria e o que tem aprendido sobre marketing, além de um pouco sobre sua personalidade.

Em que momento você decidiu criar um canal no YouTube? Por quê?
Há 3 anos eu resolvi criar o Hottel Mazzafera. E foi nesse mesmo período que me vi desempregado, pois havia acabado de sair da TV. Meu propósito era continuar me comunicando, entrevistando, estando com pessoas e contando boas histórias. Era bem especial estar na TV e acabei sentindo uma falta enorme, então não quis parar, mesmo sabendo que eu enfrentaria grandes desafios. Mas hoje vejo que deu certo ouvir minha intuição, que me pedia pra abrir um canal e continuar mostrando meu trabalho e como eu gostava de fazê-lo. Sou completamente apaixonado pelo “Hottel Mazzafera” e hoje somos uma família enorme de mais de 4 milhões de inscritos e visualizações mensais que ultrapassam os 50 milhões. 

Você imaginava que teria hoje um dos maiores canais do país e  influência digital?
Quando começamos um novo trabalho, são muitas dúvidas e expectativas, e comigo não foi diferente. No início a gente não consegue vislumbrar tudo que pode acontecer, mas com a perseverança vê os frutos surgirem de forma natural. Sempre quis ter um canal com entrevistas descontraídas e que fizesse o público se sentir mais próximo. A relevância que o Hottel Mazzafera tem hoje é resultado da minha dedicação e, claro, do apoio dos meus fãs. Não é uma tarefa fácil ser um dos maiores canais do Brasil e principalmente porque o YouTube tem gente nova entrando todos os dias. Fico muito feliz em ver que todo planejamento, análises e determinação construíram meu canal para esse grande sucesso que é hoje, tanto para meus fãs, fãs de quem entrevisto, e marcas.

E como é ser um influenciador e ter tanto alcance? Como é sua rotina?
É um trabalho intenso e que quase nunca para. Minha equipe trabalha em constante análise de tendências, inovações do mercado, para que estejamos sempre antenados e abertos aos novos momentos que sempre aparecem no digital. Tenho meus momentos de gravação, de trabalho pra marcas e em todo momento tenho em mente a minha construção e pra onde queremos ir. E estou sempre buscando entreter meus fãs e seguidores. Existem assuntos que não perdem interesse como mostrar muito da minha rotina, manter minha personalidade é essencial para os fãs se engajarem e envolverem. Então é um trabalho full time.

Você pesquisa a marca antes de aceitar a parceria? Quais critérios que leva em consideração?
Sim, com certeza. Acredito que a gente tem que ter parceira com marcas que nos identificamos. É importante essa avalição, porque eu preciso acreditar na marca que irei representar. Levo em consideração, ao aceitar uma parceria, se aquela marca fará eu me sentir bem e se eu a recomendaria para as pessoas que amo. Minha equipe faz um monitoramento das marcas que me associo me munindo de como ela se posiciona, qual sua linguagem, até mesmo quando eu vou fazer um merchan ou um trabalho pra uma marca eu sempre tento fazer um Cross em cima dos objetivos que a marca quer atingir com o meu formato de comunicação, apresentando da minha forma aos meus seguidores, mas trazendo a essência da marca.

O que você mais gosta e o que menos gosta na gravação de campanhas?
Gosto de todos os processos, porque cada um deles é um passo a mais que me ajuda a aperfeiçoar cada entrevista, seja analisando o roteiro, as imagens, abordagem com o convidado, entre outras questões. Tudo é um grande e constante aprendizado. Quando a gente fecha uma marca e minha equipe me traz um estudo sobre ela, eu acho sensacional construir essa relação deles comigo. É um processo criativo que faz sempre minha mente trabalhar em expandir formatos e formas de se comunicar que engajem e envolvam meus seguidores com o conteúdo do vídeo e com a marca.

Você se envolve na produção, texto e tom das campanhas que faz?
Me envolvo em tudo. Minha equipe é maravilhosa, todos escolhidos um a um para que o todo esteja sempre com a minha cara e minha personalidade. Acompanho tudo e gosto de saber o que estão fazendo, como, trocar ideias. Acho muito importante poder estar alinhado com todos, além do mais juntos somos mais fortes e, também, as diferentes visões podem contribuir, em muitos momentos, de forma bem positiva para um bom resultado.

Foto: Iudi Richeli

Você tem muitas parcerias? Com quem trabalhou nos últimos meses?
Já fiz trabalhos acho que para mais de mil marcas do mercado. Meu perfil amplo favorece me comunicar com variados públicos. Hoje sendo um comunicador do digital e da TV me proporciona atingir praticamente todas as idades. Adoro andar na rua e uma senhora dizer que ela é a filha são minhas fãs e veem meus quadros. Temos um planejamento de marcas para o meu canal e mensalmente faço merchan e inserções, posts, presenças, cubro eventos e criamos muitos projetos especiais. Nos últimos 3 meses fiz ações para Niely, Mastercard, Avianca, Skymilhas, Walmart, Tim, Skol, Valda, Restoque. Para 2019, minha equipe já está trabalhando em parcerias anuais para aumentar o envolvimento. 

Pensando nos seus ideais, quais os perfis de marca melhor combinam com você?
Marcas corretas, que tenham um olhar também humanizado. A boa qualidade e preços acessíveis também são fatores que avalio. Meu perfil é amplo, moda, lifestyle, beleza, viagem, humor. Sou muito camaleão e praticamente qualquer marca pode ter espaço no meu programa. Fazemos sempre uma análise de posicionamento e, estando dentro dos padrões que tem relação, e dos valores que eu me identifico, somos especialistas em fazer cases de sucesso.

O que é preciso para engajar com qualidade e fluidez nas redes sociais?
Ser autêntico faz diferença em qualquer lugar em que estejamos. Nas redes sociais, onde o mundo está conectado e interagindo, isso parece ser ainda mais marcante. Então penso que é necessário ter “estratégias”, mas também ter um discurso verdadeiro e que seja passado de forma natural. Gosto que o meu público, ao me assistir, tenha a sensação de que estou ao lado deles, cara a cara. E sinto que eles também curtem muito isso. Procuro sempre estar antenado, saber tudo que acontece no digital e fora. Credibilidade, respeito e humildade também são sempre essenciais.

Como escolhe seus entrevistados? E como define a pauta?
Escolho meus convidados e defino as pautas junto com minha equipe. Acredito muito na força das diferentes opiniões. Um trabalho incrível não é feito apenas por uma pessoa. Mas gosto muito de entrevistar, de questionar, de ouvir. Então se a pauta vai tratar de algo que possa ir desde o entretenimento até um motivo de inspiração, fico feliz demais. Me importo em falar também sobre questões socais importantes. Já debati no canal assuntos como gordofobia, HIV, transexualidade, entre outros. Falo com muitos públicos, então também me preocupa em ter personalidades on e offline, e fazer misturas para todos se conhecerem.

O que tem aprendido sobre propaganda e marketing nos últimos tempos?
Além de serem a base do bom negócio, tenho estudado bastante sobre marketing digital. E acho incrível a ideia de se pensar na criação das peças publicitárias de uma forma mais “fora da caixinha”. E se pensarmos que a representatividade é algo muito importante (além de uma busca) e vem sendo discutida no mundo todo, entenderemos como é especial ver uma propaganda lançando luz sobre uma questão social. Isso também é incluir.

O que você ainda quer fazer na área de comunicação? Que tipo de trabalhos sonha realizar?
Quero continuar com meu canal, que hoje é um sonho realizado e uma das minhas maiores alegrias. E, claro, ter a oportunidade de estar na TV, pois sempre foi uma paixão. Sobre as campanhas, quero sempre fazer o que eu me identificar e me orgulhar, criar coisas inovadoras, sempre engajar e ser verdadeiro.

Tem algo que você fez no começo da carreira que hoje não faria mais?
Quando olho pra trás, vejo aprendizados. E isso é tudo que temos de mais valioso nessa vida, isto é, o que cada passo trouxe ou levou de nós. As coisas que foram muito boas e as que não, no fim, são sempre lições. Essa é a minha forma de olhar pra minha trajetória.

E o contrário: algo que sabe hoje e que, se soubesse antes, teria feito no início? 
Como prever, né? A existência humana é complexa e a vida tem altos e baixos. A gente não consegue, enquanto está andando, vislumbrar e nem compreender exatamente como será lá na frente. Então a gente caminha e colhe os frutos do que planta.

O que você consome de mídia audiovisual? O que está assistindo e ouvindo?
Youtube, claro. E séries e filmes. Estou sempre antenado também em tendências, linguagens novas, o que está fazendo sucesso lá fora, é muito importante ter um conhecimento amplo para quem trabalha com digital e comunicação. Adoro os programas de entrevistas de hoje e do passado, é interessante ver o processo, progresso e desenvolvimento do audiovisual. Pesquiso sempre sobre inovação, equipamentos e formatos, e como estão sendo aplicados.

O que você está lendo ou o que leu por último?
Curti muito ler Ansiedade, do Augusto Cury. Me ajudou a perceber que o equilibro é algo muito importante e capaz de nos ajudar nas situações mais complexas da vida, isso em todas as áreas. 

O que gosta de fazer no tempo livre?
Ficar em casa com os amigos, trocar ideias, pesquiso muito e estou sempre prestando atenção em tudo que está acontecendo e pode ser interessante para meu desenvolvimento.

Algo que gostaria de acrescentar?
Muitas doses de felicidade e praticidade em tudo, por favor [risos]. Porque a vida é curta para não aproveitar muito.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações