D&AD 2019: “Criatividade é pensar fora dos padrões”

Mariana Sá, diretora de criação da Globo, representa o Brasil no júri de Creativity For Good

A maneira como as marcas se posicionam sobre as questões socioambientais chama cada vez mais a atenção do consumidor e do próprio mercado de comunicação. As ideias, conceitos e estratégias desenvolvidos em torno do tema serão avaliadas na competição Creativity For Good, do D&AD 2019, festival que será realizado em Londres, entre 21 e 23 e maio. A publicitária Mariana Sá, diretora de criação da Globo, vai representar o Brasil no júri. Por e-mail, ela fez uma avaliação sobre a importância de usar a criatividade para estimular conscientização. Leia a seguir os principais trechos da entrevista.

Educação
Educação é o tema que eu escolheria caso pudesse definir uma grande iniciativa de conscientização mundial. É a partir da educação que se abrem todos os outros caminhos para discussões, conscientização e soluções. No Brasil, especificamente, a área de educação é um desafio difícil porque requer comprometimento e mudanças de muitos setores, que precisam trabalhar juntos, mas criatividade, sem dúvida, ajuda em tudo. Criatividade é pensar fora dos padrões, é estimular novas práticas diferentes das já usadas, e isso é totalmente favorável no processo de formação educacional das pessoas. Além disso, só com criatividade se consegue ir além dos limites e dificuldades com as quais já lidamos nessa área. Acredito que o melhor caminho seja usar criativamente as novas tecnologias para promover inclusão e encurtar a distância entre pessoas e informação.

Efeito prático
Diante de tragédias como a que aconteceu em Brumadinho, por exemplo (rompimento de barragem em 25 de janeiro de 2019), acredito que o poder mobilizador da comunicação funciona de várias maneiras. Uma delas é de forma prática, como, por exemplo, divulgando ampla e rapidamente as informações de utilidade pública, como local e formas de doações. Outra contribuição importante é com a conscientização, disseminando conhecimento, mantendo em pauta temas importantes como meio ambiente, para não nos deixar esquecer os erros e tornando-se, assim, aliada na luta para evitar novas tragédias.

União online
As redes sociais são espaços extremamente democráticos, onde todos têm voz, independentemente da origem, credo, idade ou situação financeira. O engajamento de campanhas sociais é potencializado pela união das mídias de massa com sua abrangência e a reverberação das discussões nas plataformas digitais. Um dos maiores feitos da internet, na minha opinião, é essa união das pessoas. Em torno de uma causa relevante, é importante saber que não se está sozinho. As redes propiciam a formação desses grupos de apoio fundamentais para a nossa sociedade. E a força desses movimentos está na coragem que vem dessa união.

Mobilidade
Todas as iniciativas para transformar as cidades, quebrando guetos e bolhas, são urgentes numa sociedade contemporânea pelo seu impacto na vida das pessoas e nas suas relações com a cidade. É difícil eleger uma inciativa isoladamente quando a tendência é multimodal, tudo é um conjunto. Acredito que, além de serem úteis para a redução do tempo de deslocamento e redução do trânsito, essas tecnologias propiciam uma maior ocupação da cidade e interação entre as pessoas, uma mudança sociológica mesmo.

Globo social
A defesa de direitos humanos é uma agenda antiga e permanente da Globo. O tema está inserido em diferentes histórias, seja em novelas, campanhas e ações sociais, desde as primeiras transmissões. Temos, por exemplo, os casos das novelas O Grito, de 1975, que abordou o tema deficiência mental, e Malu Mulher, que retratava temas como a condição da mulher brasileira e a emancipação feminina, em 1978. Recentemente, lançamos a plataforma Tudo Começa pelo Respeito, quem com suas diversas execuções, reforça e consolida esse compromisso da marca. Além das muitas ações nas quais estamos envolvidos, a plataforma usa o nosso grande poder comunicador e mobilizador como principal canal. Os temas abraçados pela plataforma são abordados em novelas, matérias de telejornais, nos programas de entretenimento e nos intervalos da programação, por meio de filmes próprios ou campanhas de terceiros, para as quais a Globo cede espaço gratuitamente.

D&AD
Só o fato de o D&AD ser uma entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo prioritário promover a criatividade mundial, já faz com que o prêmio se diferencie dos demais. Além disso, o nível das palestras, workshops e dos próprios trabalhos inscritos e premiados é altíssimo. É a segunda vez que tenho a honra de participar do júri do festival e, além de ter contato com o mais alto nível de qualidade de trabalho, as discussões são fantásticas. Em geral, é um júri heterogêneo com pessoas de diferentes indústrias ligadas à criatividade, o que torna a discussão em si um prêmio para quem participa. A combinação dos diferentes perfis torna a discussão madura, ampla, uma verdadeira aula.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações