D&AD 2019: “Transformamos adversidade em criatividade”

Andrea Hirata, VP de mídia da Leo Burnett Tailor Made, está no júri de Media

Especializada na área publicitária que mais reflete as velozes e constantes mudanças no relacionamento entre marcas e consumidores, a vice-presidente de mídia da Leo Burnett Tailor Made, Andrea Hirata, vai representar o Brasil no júri de Media do D&AD 2019. O festival será realizado entre os dias 21 e 23 de maio, em Londres. Por e-mail, ela conversou com o PROPMARK sobre mídia e criatividade. Leia abaixo os principais trechos da entrevista.

IDEIA É A ALMA
Lembrando o sábio provérbio A propaganda é a alma do negócio, eu complementaria dizendo: “A ideia sempre será a alma da propaganda”. Assim, as melhores campanhas ou ações de comunicação sempre decorrerão de uma boa ideia e de sua conexão com o negócio do cliente. No Brasil e no mundo, há uma integração cada vez maior entre os hábitos de consumo dos meios e a formação da ideia.

ESTÁGIO DE EVOLUÇÃO
Acredito que a mídia, como todo o mercado de comunicação e marketing, encontra-se em novo estágio de evolução. Durante as últimas décadas, enfrentamos os efeitos causados pela revolução digital, que fizeram empresas, e categorias inteiras, repensar suas estratégias de atuação e modelos de negócio. Agora, adaptados, passamos a enfrentar novos desafios. O principal deles é a necessidade de conexão com o resultado do negócio dos clientes, mensurando e otimizando os investimentos para um melhor retorno. Para isso, as áreas de mídia das agências e dos veículos gerenciam Big Data, fazem performance e otimização, e implementam projetos de ROI (Retorno sobre o Investimento).

A TV E SEUS MILHÕES
A TV ainda é um dos principais meios nos planos de mídia. A programação da TV aberta, em específico, tem um feito muito importante e único, pois consegue reunir no mesmo horário milhões de telespectadores. Essa experiência de consumo coletivo é muito significativa e impactante para as pessoas. Além disso, a qualidade da produção da TV aberta brasileira é referência e é exportada para vários países, o que agrega um valor muito importante às marcas.

MÍDIA IMPRESSA
Existe ainda toda uma geração que prefere o impresso, e existe também a possibilidade de novos formatos, como os jornais distribuídos nas ruas e nas universidades. No mundo todo, observamos a revista e o jornal criando novos formatos, adaptando sua linguagem e se reinventando. Por outro lado, sabemos que a revista e o jornal no meio digital devem crescer bastante ainda e representam o futuro das novas gerações. Contudo, o fundamental nesta análise deve ser o principal valor desse meio: sua credibilidade, a credibilidade dos jornalistas e redatores.

MÍDIA PROGRAMÁTICA
Ela precisa ser trabalhada com muita cautela e assertividade. Devemos garantir que a propaganda não seja invasiva, que nossas empresas estejam protegidas e não venham a enfrentar processos como responsáveis ou corresponsáveis por problemas. Devemos promover e escolher parceiros que garantam e comprovem as boas práticas na internet. Devemos ser mais criteriosos também na produção de anúncios, usando mensagem clara e relevante para o consumidor.

SMARTPHONE
McLuhan já nos apresentava, nos anos 1960, a ideia de que os meios de comunicação são extensão do homem. O smartphone é, literalmente, o ápice dessa teoria. Na maioria das vezes, ele torna o consumidor o próprio canal de mídia.

CINEMA, OOH E RÁDIO
Cinema ganha maior importância com as novas possibilidades e os formatos interativos. Já a mídia exterior tem um grande potencial de crescimento, principalmente a Digital Out Of Home (DOOH). Além de ser um meio de alto impacto, as possibilidades de interatividade são muitas e diversificadas. O rádio continua tendo um papel importante na estratégia dos nossos clientes.

PUBLICIDADE BRASILEIRA
A publicidade brasileira é admirada em todo o mundo, não ficamos atrás de nenhum outro país. Somos fortes em transformar adversidade em criatividade. Criamos com prazos muito curtos e pequenas verbas, se compararmos ao investimento dos anunciantes em outros países.

PERFIL
Nesta era midiática e multicanal, o profissional de mídia se transformou no precursor de novos negócios e vive em uma busca constante por inovação e rentabilidade para os clientes, para os veículos e para as agências.

D&AD
O D&AD é, de fato, um dos principais festivais do mundo. Conhecido pelo seu forte rigor no julgamento, é um prêmio que reconhece os melhores trabalhos no mais alto nível. Estou bastante ansiosa pela minha estreia como jurada no D&AD. É uma grande oportunidade para, além de conhecer os melhores profissionais do mercado, poder debater com eles sobre os melhores projetos e campanhas do mundo todo. Estar na posição de avaliadora é também um grande desafio.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações