FilmBrazil mantém patrocínio a Cannes e quer ampliar negócios

Campanha da Apro foi criada pela F/Nazca e mostra que o país é o habitat para a produção de comerciais

Com investimento robusto de cerca de 300 mil euros realizado em conjunto pelas associadas da Apro (Associação Brasileira de Obras Audiovisuais) e da Apex (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), que renovou o contrato por mais dois anos, o projeto FilmBrazil vai participar da edição de 2018 do Cannes Lions com o propósito de realizar mais negócios e mostrar que o Brasil é o local ideal para locações, não só pela diversidade do país, mas também pelos recursos profissionais e técnicos disponíveis. A campanha multiplataforma Brazil. A great habitat for film production, criada pela F/Nazca S & S, ratifica o tom da proposta de 2018.

“A ação reforça a excelência da nossa estrutura de produção e o diferencial do talento dos nossos profissionais, trazendo luz para o aspecto humano. Tem como mote principal a representação dos equipamentos técnicos/audiovisuais e, também, animais em seus habitats naturais, mostrando assim nosso ecossistema completo e autossuficiente de produção”, explica Marianna Souza, gerente-executiva do FilmBrazil.

A agenda também contempla uma ativação B2BB. “Unimos força com o Little Black Book, veículo britânico de prestígio internacional na publicidade. Eles todos os anos alugam esse espaço na praia em Cannes e convidam algumas empresas parceiras para participar da ação. Durante a semana do festival será promovida uma série de encontros visando fomentar o relacionamento com o mercado internacional. Além disso, a praia também serve como ponto de apoio para reuniões de negócio das nossas produtoras. Na parceria com o Little Black Book, ainda teremos um evento do Brasil, que será realizado no dia 19 de junho, entre 16h e 18h. Estamos levando como atração musical o DJ Paulo Beto, também conhecido como Anvil Fx”, ela acrescenta.
A instabilidade econômica/política e a variação cambial interferem na gestão de negócios da produção audiovisual no país, mas a ideia é continuar atraindo agências globais para contratar produtoras brasileiras, além de incentivar o olhar para os serviços de apoio para sets internacionais no país.

“Cannes continua sendo a nossa principal ação no calendário anual. Trata-se da ação que concentra o maior número de empresas, em que mais investimos em comunicação e imagem. De acordo com levantamentos internos, a campanha em Cannes no ano passado contou com: 25 empresas participantes; montante de US$ 1,7 milhão gerados logo após o evento; mais de 6,1 milhões de impressões e 7,2 mil interações no Twitter. Do ponto de vista dos itens positivos da nossa pauta, podemos destacar: 1) o retorno do preço atrativo (equalização do câmbio) e a queda na demanda, que acabaram reduzindo os custos de produção no Brasil; 2) Diversidade étnica e de locações continua sendo o maior atrativo do país”, finaliza Marianna.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações