Pesquisa da Apro mostra crescimento do audiovisual

Estudo mostra incremento de 139% no setor de 2008 a 2015

A Apro (Associação Brasileira da Produção de Obras Visuais) apresentou nesta terça-feira (29), na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, o estudo "Mapeamento e Impacto Econômico do Setor Audiovisual no Brasil", desenvolvido em parceria com o Sebrae e com a Fundação Dom Cabral. Na pesquisa, o setor todo foi analisado do período de 2008 a 2015 e traz dados de vários mercados.

No Brasil, o audiovisual tem demonstrado crescimento. No total do período, o mercado brasileiro teve 139% de incremento. De acordo com dados da Ancine (Agência Nacional do Cinema) que fazem parte da pesquisa, de 2008 a 2016 houve aumento de 63% na produção de filmes nacionais.

Outro aumento registrado pelo estudo foi no investimento publicitário em obras audiovisuais: de 2014 para 2015, o investimento passou de R$ 121 bilhões para R$ 132 bilhões de reais, com a TV aberta na liderança desses aportes.

Atualmente, o Brasil é o quarto país com mais investimento publicitário na TV - Estados Unidos, China e Japão lideram.

Perfil das produtoras

Segundo o estudo, o perfil da empresa representativa do audiovisual é de dois sócios, de 35 a 45 anos, pós-graduados e formados, em sua maioria, em cinema e publicidade. A pesquisa revela que o faturamento médio das produtoras de audiovisual brasileiras está abaixo de R$ 720 mil por ano e, ainda, que elas atuam com no máximo cinco funcionários fixos e cerca de 20 freelancers por ano.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações