A boa fase na produção de conteúdo audiovisual

Vídeomaker

A área de entretenimento da Academia de Filmes não para. Estamos no mercado há mais de 20 anos e temos desenvolvido projetos de entretenimento, cultura e interatividade para todas as telas.

No início deste, ano lançamos três trabalhos para TV, duas séries documentais – “Eu te Dedico” (Arte 1) e “Futuros Campeões” (Canal Combate) – e uma de ficção – “Natália” (tv Brasil e Universal Channel).

Ainda em 2018, chegará aos cinemas nosso longa “Legalize Já”, com direção de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, que narra a história de amizade de Marcelo D2 e Skunk e a formação da banda Planet Hemp nos anos 1990. O filme foi eleito pelo público melhor ficção nacional na última Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Outra estreia da produtora para este ano é a segunda temporada da série documental “Espírito da Luta” (Canal Combate), no segundo semestre.

Todos esses lançamentos se juntam aos outros projetos em desenvolvimento para TV e Cinema com previsão para os próximos anos. 

O atual momento da produção audiovisual brasileira é bastante animador. A área de conteúdo da Academia de Filmes tem projeção de crescimento para 2018 na ordem de 30%, em relação ao faturamento 2017.

Percebemos não só um crescimento no mercado, mas também uma maior demanda por novos temas, retratando questões sociais, principalmente para os projetos de não-ficção, que estão cada vez mais ligados a temas como empoderamento feminino, universo LGBT e questões comportamentais e raciais. No campo da ficção, há uma demanda grande para projetos que tragam temas universais, que consigam viajar nacional e internacionalmente, sem perder, é claro, aspectos culturais brasileiros.

A Academia de Filmes tem ainda apostado também em projetos de branded content. Apesar de ser um universo novo para as empresas, enxergarmos cada vez mais oportunidades de gerar conteúdo de entretenimento, completamente alinhado ao posicionamento das marcas.

Pensando na qualidade de nossas produções, temos como parceiros um time de cineastas e diretores de peso, entre eles Luiz Fernando Carvalho, Fernando Coimbra, Marcos Jorge e Gringo Cardia. Possuímos um portfólio com inúmeras obras. Para TV, destaco – além das já mencionadas séries documentais “Eu te Dedico”, “Futuros Campeões” e “Espírito da Luta” e a ficção “Natália” –, as microsséries “Amor em 4 Atos” (TV Globo) e “A Pedra do Reino” (TV Globo); “Milagres de Jesus” (Record TV) e “200 Graus” (Discovery Home & Health).

Já para o cinema, além da aguardada estreia de “Legalize Já”, produzimos os longas “Eu te Levo” (2017), de Marcelo Müller; “Amanhã Nunca Mais” (2011), de Tadeu Jungle, e “Natimorto” (2009), de Paulo Machline, e os documentários “Titãs – a Vida até Parece uma Festa” (2009), de Branco Mello e Oscar Rodrigues Alves, “Histórias do Rio Negro” (2007), de Luciano Cury. Além de ter coproduzido “Elis” (2016), de Hugo Prata e Infância Clandestina” (2011), de Benjamín Ávila – com indicação Argentina ao Oscar 2013.

Sobre as séries lançadas recentemente, vale destacar a série “Natália”, que já está em sua segunda temporada, a primeira foi exibida em 2011. Os episódios trazem discussões sobre temas atuais, como o empoderamento feminino, protagonismo da mulher negra, ética na política, trabalho escravo na indústria da moda, afirmação racial e transsexualidade – os primeiros capítulos exibiram o primeiro beijo gay masculino da TV aberta brasileira e, agora, a mesma personagem envolvida no beijo quer mudar de sexo. A série está no ar na TV Brasil e Canal Universal.

Outra iniciativa bastante relevante é nossa área de Pitching que recebe inscrições de projetos para desenvolvimento e produção. Há um ano no ar, já recebemos mais de 300 projetos, entre longas e curtas-metragens, séries, minisséries, documentários, docu-reality, reality show e branded content. A seleção dos trabalhos inscritos é realizada por nossa equipe artística e comercial trimestralmente.

Sete projetos foram selecionados para representação e desenvolvimento: sendo três longas-metragens de ficção e três programas de TV (um reality, uma série documental e uma série ficcional), além de um projeto de branded content.

A produtora, além de longas, séries e videoclipes, já produziu mais de 7 mil filmes publicitários que conquistaram prêmios como Caboré, Profissionais do Ano, Prêmio Colunistas, Fiap e Clio.

 

 

 

 

 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações