Ovos na rede

Ambiente digital será o principal caminho para as fabricantes de chocolate alcançarem os consumidores nesta Páscoa

Terceira melhor data do varejo brasileiro, a Páscoa, que representa em média 30% do faturamento das principais fabricantes de chocolate no ano, trará mais de 100 lançamentos de nove empresas, que serão apresentados aos consumidores em primeira mão no ambiente digital. A estratégia deve abocanhar de 20% a 30% dos investimentos em comunicação e marketing de players como Cacau Show, Lacta, Nestlé, Grupo CRM (Kopenhagen e Brasil Cacau), Kinder, Arcor e Ferrero Rocher, sendo que nesta última será de 100%.

A Cacau Show, cuja agência responsável por toda a comunicação é a Lew Lara, espera crescimento de 14% em relação à data no ano passado. Para tanto, traz 14 lançamentos dentro de um portfólio com mais de 40 produtos e 8,5 mil toneladas de chocolate. Além do aporte em digital, que, segundo Raquel Massagardi, diretora de marketing da Cacau Show, vem crescendo ano a ano e já corresponde a 20% do investimento em marketing, a marca vai trazer também um filme. Campanha nacional que deve entrar no ar em abril. Para a Cacau Show, a Páscoa representa de 30% a 40% do faturamento, que deve chegar a R$ 3,3 bilhões neste ano (incluindo lojas).

Com nove lançamentos, a Lacta, marca da Mondelez, vai direcionar 30% do aporte em marketing (não abre os valores) para ações no digital, encabeçadas pela agência Wieden+Kennedy. que também fará filme publicitário. Ricardo Reis, gerente de marketing de sazonais da companhia, reforça ainda o trabalho da marca no PDV, responsabilidade da The Marketing Store. Mesma estratégia adotada pela concorrente, Nestlé, que deve focar suas ações na briga pelo consumidor no PDV. Para André Laporta, gerente de marketing para Páscoa da Nestlé, “85% das decisões de compra de Páscoa são tomadas no ponto de venda”. A gigante multinacional, atendida pela agência JWT, se diz otimista com a data. “Estamos esperando desempenho melhor do que no ano passado. Um fator importante é que Páscoa será no segundo trimestre, o que não vai culminar com as dívidas de início de ano”.

O grupo CRM, detentor das marcas Kopenhagen e Brasil Cacau, projeta 10% de aumento nas receitas com a Páscoa deste ano. Resultado otimista em relação ao apresentado em 2016, quando sofreu decréscimo de 10% nas vendas, no período. Traz quase 30 lançamentos, considerando as duas marcas. A agência responsável pela comunicação 360º da fabricante é a DM9, que vai produzir um filme para TV aberta, com previsão de ir para o ar 20 dias antes da data de Páscoa, além de ações no digital, estas com previsão de inserção 30 dias antes do evento. Segundo Maricy Gattai Porto, diretora de marketing do grupo CRM, já é destinado 30% do orçamento em marketing para o meio digital. A previsão de faturamento do grupo para este ano é de R$ 1,5 bilhão, sendo a Páscoa responsável por 30% do montante.

A mais otimista das marcas nesta Páscoa é a Kinder, marca do grupo Ferrero, que prevê mais de 30% de crescimento em relação às vendas do mesmo período do ano passado. Com patrocínio do “The Voice Kids” (Rede Globo) e 20% de investimento em campanhas no digital. A agência é a LBTM. A data responde por 25% do faturamento da empresa, segundo Joana Oliveira, gerente de marketing de Kinder. Já a Ferrero Rocher, que direciona 100% dos seus esforços de comunicação para o ambiente digital, traz 10 lançamentos.

 

Mercado

A Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados) se diz otimista com a Páscoa deste ano. Parte embasada pela data, que cairá no segundo trimestre, descolada das dívidas tradicionais de começo de ano; parte pela retomada na produção, que no ano passado sofreu queda de 27% em relação a 2015, segundo Ubiracy Fonseca, presidente da Associação. Outro termômetro é que, segundo levantamento do Ibope, 63% dos brasileiros possuem o hábito de presentear com chocolates nesta data. Com um consumo per capita de 2,5 kg/ano, o Brasil é o 5º maior consumidor de chocolate do mundo, gerando, em 2015, um faturamento de R$ 12,4 bilhões. O volume de chocolate para a Páscoa de 2017 ainda está em produção, mas, no ano passado, foram produzidas 14,3 mil toneladas de chocolate para a data, o equivalente a 58 milhões de ovos de Páscoa em todo o país. O chocolate brasileiro é exportado para mais de 100 países. Em janeiro, o volume de exportação aumentou 20%
                                        em relação ao mesmo mês de 2016.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações