Friozinho: "Às vezes sou um pouco tímido, mas aprendi a quebrar o gelo"

Uma das mascotes mais antigas da publicidade fala de trajetória e atualização com o consumidor

Quem bate? É o frio!
1962 - "Não adianta bater, eu não deixo você entrar! As Casas Pernambucanas é que vão aquecer o meu lar!"
2018 - "Oi, sumido! Hoje eu vou deixar você entrar, viu? Acabei de voltar das Pernambucanas mesmo, estou bem protegida."

Mais de meio século separam as duas reações às batidas do Friozinho, mascote da Pernambucanas. A diferença dá dimensão da profunda transformação pela qual a personagem passou na linguagem, imagem e papel na vida da família brasileira. "De tanto não me deixarem entrar, acabei saindo com uma carinha nervosa no primeiro comercial, mas eu nunca quis fazer mal pra ninguém. Só queria fazer amigos e juntar todo mundo", explica Friozinho, com 57 anos e mais jovem do que nunca.

Recentemente, a empresa fez um remake da campanha dos anos 60 com o clássico jingle. Apesar de ainda não entrar nesse filme, o Friozinho já aparece com outra aparência, mais lúdica e brincalhona, e é envolvido pela marca mostrando a evolução da personagem. 

O remember foi uma das ações que a marca fez resgatando esse ícone de sua comunicação. Hoje, Friozinho aparece sempre acolhido nos lares, já contracenou com a atriz Paolla Oliveira e ganhou uma websérie no YouTube. "Eu estava de férias na Nova Gelândia e me ligaram com um convite pra entrar na casa das famílias brasileiras e fazer a alegria de todo mundo. Me derreti todo. E olha: tá acontecendo do jeito que sonhei", revela. Acompanhe a entrevista completa.

ENTREVISTA
Ah, é a primeira vez e dá aquele friozinho na barriga, né? Mas pensando bem, eu sinto isso o tempo todo. Uma vez tentaram me entrevistar. Mas a repórter veio sem casaco e pegou um resfriado. Coisas da vida. Mas não se preocupa: eu trouxe uma blusa linda e quentinha da Pernambucanas pra não acontecer o mesmo com você.

BATISMO
Sou filho de uma frente fria e um nevoeiro que tiveram uma queda de temperatura um pelo outro. Quando nasci? Ih, faz tanto tempo. Estou por aqui desde sempre e fui criado com muito amor, por isso, minha maior alegria é deixar as famílias juntinhas sempre que estou por perto.

ESTREIA
Lembro como se fosse hoje. Minha estreia foi em 1962 em um dos comerciais mais icônicos da publicidade brasileira: “Não adianta bater”. Acabou virando a música da minha vida, né? Tive que repetir aquele toc, toc, toc umas 80 vezes. De tanto não me deixarem entrar, acabei saindo com uma carinha nervosa no comercial, mas nunca quis fazer mal pra ninguém. Só queria fazer amigos e juntar todo mundo.

PARCERIA LONGEVA
Tinha certeza que sim. Não importa se só dou uma passadinha em brisas geladas ou se fico por uma temporada inteira: a Pernambucanas me entende como ninguém. Somos um par perfeito. Todo mundo fala de amor de verão, mas para sempre mesmo é só amor de inverno. Olha, fiquei até arrepiado.

TRANSFORMAÇÃO RECENTE
Bem, eu estava de férias na Nova Gelândia e me ligaram com um convite pra entrar na casa das famílias brasileiras e fazer a alegria de todo mundo. Me derreti todo. Tá acontecendo do jeito que sonhei. Eu virei até desenho animado e ganhei um canal no YouTube.

PAOLLA OLIVEIRA
Foi muito, muito legal. Além de super profissional, ela é muito fofa. Viramos grandes amigos depois daquele comercial. A gente até marcou de tomar um sorvete assim que a correria da novela passar.

ENTRAR NA CASA
Tô amando tudo e tá sendo muito melhor do que eu esperava. Eu adoro fazer parte da vida de toda a família brasileira. Só não gosto muito quando ligam o aquecedor.

CARACTERÍSTICAS
A marca é exatamente o que eu sou: apaixonada pela família brasileira e tá sempre inventando novas formas de levar carinho e conforto para a vida de todo mundo.

LÚDICO
Eu falo com todo mundo, principalmente agora que tô fazendo amigos como nunca. Pessoas de todas as idades gostam de mim, você precisa ver o carinho que essa nova geração tem comigo. Às vezes sou um pouco tímido, mas pode-se dizer que aprendi a quebrar o gelo.

TRANSMÍDIA
Tem uma equipe da Pernambucanas que me ajuda muito com isso. Eu adoro todo mundo por lá.

ATUALIZAÇÃO
Além do desenho animado, dei uma mudada no visual. A Paolla me deu algumas dicas no último comercial que fizemos juntos. Também ando sorrindo mais, pra ninguém achar que quero congelar todo mundo.

WEBSÉRIE
Hmmm, ainda não sou um youtuber, mas tô adorando ter uma websérie lá! É muito legal ver que tem gente de todas as idades curtindo. Acredita que o canal já tem 11 mil inscritos e os episódios já somam mais de 12,5 milhões de visualizações? Posso dizer que foi uma recepção calorosa (mesmo assim, tô amando).

MASCOTES
Fico feliz de ser um dos mais antigos da propaganda e de saber que depois de tanto tempo ainda sou tão querido. Hoje em dia eu me divido com os influenciadores e tudo mais, mas penso que tem espaço pra todo mundo. Não precisa mandar ninguém pra geladeira.

LEGADO
O meu maior legado é ter feito com que ninguém possa ouvir um toc, toc, toc sem cantarolar 'não adianta bater, eu não deixo você entrar'. E ver isso passar de pais para filhos, avós para netos, sério, me deixa muito emocionado. Desculpa, acho que saiu um cubo de gelo do meu olho.

APOSENTADORIA
Enquanto tiver gente curtindo um friozinho, eu estarei por aqui.

FRIOZINHO POR FRIOZINHO
Sou apenas um cara legal que quer ajudar as famílias brasileiras a ficarem juntinhas, com um belo edredom de preferência. Até a próxima, pessoal!

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações