O Fantástico do último domingo (5) veiculou uma entrevista que revoltou internautas nas redes sociais. No vídeo, uma mulher é indagada por participar de uma aglomeração num bar no Rio de Janeiro. Ao responder um agente da Vigilância da cidade, ela afirma: “Cidadão não. Engenheiro Civil, formado, melhor do que você”.

A Internet, é claro, logo se prontificou a encontrar a moça: Nivea Valle Del Maestro. Não demoraram a surgir tweets com dados da profissional.

Ao longo do dia, a Taesa, empresa de transmissão de energia, começou a ser questionada pelos internautas.

A empresa utilizou as redes sociais para manifestar sua decisão: demitir a funcionária. “A companhia não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia”, diz trecho do comunicado.

“A TAESA tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo”, segue a empresa.

“A TAESA ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a TAESA decidiu por sua imediata demissão”, conclui a companhia.

NOTA DE POSICIONAMENTO OFICIAL A TAESA é uma companhia comprometida com a segurança e a saúde não apenas de seus…

Posted by Taesa on Monday, July 6, 2020

Procurada, Nivea Valle Del Maestro optou por não se pronunciar no momento.