Claro é a primeira patrocinadora da F1 na Band (Reprodução/Youtube)

O Grupo Bandeirantes anunciou durante coletiva ocorrida nesta quinta-feira (4) detalhes sobre a exibição da Fórmula 1 na emissora. Entre as novidades, Cris Moreira, diretor-geral comercial do Grupo Bandeirantes, revelou o primeiro patrocinador da categoria no canal: a Claro.

Marcio Carvalho, CMO da Claro, durante a coletiva (Divulgação)

Marcio Carvalho, CMO da Claro, participou da coletiva. “Um evento que engaja milhões de brasileiros apaixonados por velocidade […]. A Claro tem uma história ao lado da Fórmula 1”, relembrou citando os patrocínios aos pilotos Sergio Perez, do México, e Pietro Fittipaldi, do Brasil.

Segundo Moreira, o plano comercial contempla uma série de espaços que vão trazer uma experiência diferente para as marcas. “Uma vez que esse projeto é multiplataforma dentro do Grupo Bandeirantes. Está presente na TV aberta, nas emissoras de rádio e no cabo. No ambiente digital não temos o direito, eles são da própria F1 TV. Mas podemos reverberar nas redes sociais da Bandeirantes que é o que nós vamos fazer para criar um barulho muito grande”, esclarece o diretor.

Denis Gavazzi, diretor de esportes da Band e do BandSports, e Cris Moreira, diretor-geral comercial (Divulgação/Band)

Como opções para anunciantes há o patrocínio nacional, top de cinco segundos e cotas de participação. “Neste momento estamos vendendo apenas as cotas de patrocínio. Temos seis cotas e a primeira fechada. Começamos a ir para o mercado esta semana, ainda estávamos num período de ajustes contratuais. Já temos um primeiro patrocinador que é a Claro”, revela.

Coletiva da Band (Divulgação)

Moreira também revela que há estudos da emissora sobre a percepção da F1 no público que demonstram que “vale a pena” investir na categoria. “Um esporte que começou na Bandeirantes há muito tempo retornando. Para nós é um momento de bastante empenho comprometimento. O grupo tem um jeito totalmente especial e diferente de mostrar o evento F1 em todas as suas plataformas. A F1 estará viva dentro da grade durante todo o ano e não só nos períodos de grande prêmio. Ela vai trabalhar também dentro dos nossos programas esportivos, jornalísticos e com uma série de novidades que estamos criando e desenvolvendo para poder informar o telespectador, além de ter todo um envolvimento com nosso mercado publicitário”, comenta o diretor.

Também estiveram presentes na coletiva o narrador Sergio Mauricio, os comentaristas Reginaldo Leme, Felipe Giaffone e Max Wilson, além de Mariana Becker. A apresentação foi de Glenda Kozlowski.

“Foi aqui que Galvão Bueno narrou a primeira vitória de Nelson Piquet”, relembrou Glenda.

Em fevereiro, o Grupo Bandeirantes firmou acordo para a transmissão exclusiva do Campeonato Mundial de Fórmula 1 até o final de 2022. O contrato prevê a exclusividade para a exibição das 23 provas do calendário do circuito. As provas serão exibidas na Rede Bandeirantes e os treinos classificatórios da Fórmula 1 no canal pago BandSports, que também transmitirá as Fórmula 3 e Fórmula 2.

Durante os últimos 41 anos, os direitos foram da Rede Globo.

Publicidade