O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória para permitir sorteios em redes de televisão.

O ato 923 foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça (3). O Congresso precisa aprová-lo em até 120 dias para não perder a validade.

O texto fala em distribuição gratuita de prêmios, “mediante sorteio, vale-brinde ou concurso, a título de propaganda, e estabelece normas de proteção à poupança popular.”

De acordo com a Folha de S. Paulo, esta era uma demanda das emissoras RedeTV!, Band, SBT e Record.

Com a regulamentação, a ideia é que telespectadores interajam, mandem opiniões e se inscrevam para receber alguma recompensa pelo engajamento.

O objetivo é fidelizar parte do público, manter a audiência e aumentar o valor comercial dos intervalos comerciais.

Em fevereiro, o jornal informou que chefe da Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência), Fabio Wajngarten, fez uma reunião em dezembro com executivos dos canais.

Participaram Amilcare Dallevo Jr., dono e presidente da RedeTV!, José Roberto Macial, presidente do SBT, Luís Cláudiso Costa, presidente da Record, e Paulo Saad Jafet, vice-presidente da Band.

Segundo a Folha, o chefe da Secom, Fabio Wajngarten, fez uma reunião em dezembro com executivos dos canais
Publicidade