CP+B anuncia que vai fechar operação de Miami

Clientes serão divididos entre os escritórios de São Paulo, Boulder e Los Angeles

Em um posicionamento global, a CP+B anuncia que vai fechar o escritório de Miami, nos Estados Unidos, em março. Essa decisão foi tomada como um esforço para consolidar as operações da agência em solo norte-americano. Esse é o menor escritório da rede nos Estados Unidos, que também têm operação, além do Brasil, em Londres, Copenhagen, Hong Kong e Pequim.

A agência foi lançada em 1988 na cidade e serviu de headquarters até os escritórios de Los Angeles e Boulder fossem inaugurados em 2001 e 2006, respectivamente. O fundador e chairman Chuck Porter disse que a mudança era “algo que já se falava a respeito há algum tempo”.

As contas Vonage, Santa Margarita Wines e o aplicativo Letgo serão transferidas para as operações de São Paulo, Boulder e Los Angeles. “Obviamente, isso faz parte de uma decisão financeira. Muitos clientes têm vindo aqui por conta de nossas conexões com o Brasil”.  

O time brasileiro é liderado por Vinícius Reis, CEO e sócio, além dos CCOs e também os sócios Marcos Medeiros e Andre Kassu, que começaram como diretores na operação de Miami no último ano, vão manter seus papéis na América do Sul.  “Vini, Marcos e Kassu tem um sucesso extraordinário em São Paulo, crescendo o escritório de quatro pessoas para 110 funcionários nos últimos três anos”, disse Porter. “Nós todos sentimos que o melhor caminho para o futuro é permitir que eles se concentrassem totalmente nas oportunidades brasileiras”.

Divulgação

Vinícius Reis comentou as mudanças. “A CP+B fará 30 anos em 2018 e está em constante evolução. Esse movimento é mais uma estratégia de posicionamento do grupo para concentrar energia nos mercados hoje mais relevantes para o negócio. Não é comum as agências terem três escritórios no mesmo país e como nosso crescimento têm sido mais significativo em Los Angeles e Boulder, decidimos pelo modelo que traria mais benefícios tanto para a operação como para os clientes”, disse.

Esse movimento vem em destaque com uma série de mudanças recentes e significativas para a CP+B, incluindo a contratação de Sollenberg, que passou 14 anos como CEO da agência sueca Forsman & Bofenfors, parceria global da CP+B. Em outubro, a Sollenberg foi acompanhada pelo líder criativo Linus Karlsson, que recentemente fundou o Ming Utility and Entertainment Group. Antes disso, ele atuou como CCO da McCann-Erickson, presidente criativo da Commonwealth/McCann e co-fundador da Mother New York. 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações