Nestlé deve vender marcas para aprovar compra de Garoto

Mercado aponta Mondelez, mas compra entre grandes concorrentes não é permitida

Por exigência do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para aprovar a compra de Garoto, 15 anos depois, a Nestlé deve vender dez marcas de seu portfólio.

Divulgação

A companhia não pode comentar o assunto por questões de confidencialidade estabelecidas pelo conselho, no entanto, o colunista Lauro Jardim aponta Mondelez, que tem Lacta em seu portfólio, como possível compradora. No entanto, segundo o jornal O Estado de São Paulo, a Nestlé não pode vender para um concorrente de grande porte como Mondelez, devido a um acordo firmado entre a empresa e o conselho no ano passado. A Mondelez International afirma, em comunicado, que não comenta rumores ou especulações de mercado. 

Marcas como Chokito, Serenata de Amor, Lollo e Sensação estariam nessa negociação. O prazo para a venda de ativos vai até outubro. É possível que os ativos sejam comprados por concorrentes menores como Hershey e Arcor. 

Em comunicado, a  Hershey do Brasil afirma que não comenta assuntos de cunho estratégico, como a compra de marcas de empresas concorrentes e movimentações de mercado. 

Fica a cargo do conselho, também, aprovar ou não o comprador.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações