A geolocalização como solução antifraude

Já existe familiaridade no uso da tecnologia de geolocalização para a entrega de anúncios contextualizados com a rotina do público-alvo. Mas as possibilidades da geolocalização não param por aí. Soluções voltadas para a prevenção de fraude já estão sendo desenvolvidas e testadas ao redor do mundo.

 O mercado de publicidade digital perderá 7,2 bilhões de dólares até o final deste ano para atividades fraudulentas. O uso de dados imprecisos sobre a audiência é uma das principais fontes do prejuízo.

 A ascensão da automação na publicidade tornou a compra e venda de mídia digital muito mais rápida e inteligente. Porém, fraudadores encontraram várias oportunidades de lucrar de forma ilícita.

Uma das técnicas mais comuns utilizadas pelos fraudadores é o fornecimento de dados falsos sobre a audiência. Funciona assim: uma rede de anúncios utiliza uma fonte externa de dados sobre um determinado público-alvo e os utiliza para veicular anúncios.

Como resultado, as campanhas não são segmentadas corretamente, comprometendo a performance dos anúncios e o real impacto deles nas vendas.

Neste cenário, a tecnologia de geolocalização surge como uma das principais soluções antifraude. Através da análise de dados confiáveis sobre a audiência, os anunciantes são capazes de segmentar as suas campanhas de forma assertiva e apoiada no comportamento real do usuário.

Afinal, o dado da localização é capaz de revelar concretamente os desejos, necessidades e hábitos do público-alvo. Isso acontece porque os dispositivos móveis estão presentes em todos os momentos vivenciados pela audiência.

Nem tudo é perfeito. Dependendo da rede de anúncios utilizada pelo anunciante, os dados de localização também podem ser fraudulentos. Apenas as redes de anúncios que utilizam dados próprios são 100% confiáveis. Dependendo da situação, a rede de anúncios pode estar comprando dados fraudulentos sem perceber.

Como efeito colateral, as campanhas mobile veiculadas a partir de dados fraudulentos perdem a principal vantagem dos anúncios digitais: a assertividade. No fim das contas, a campanha será vista por uma audiência que não se identifica com a sua marca.

Por isso, é necessário estar atento à origem dos dados que a rede de anúncios contratada utiliza. Essa atitude, apesar de simples, pode evitar muitos problemas.

André Ferraz é CEO da In Loco Media, detentora da tecnologia de geolocalização indoor exclusiva

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações