Facebook desenvolve novo serviço para combater fake news

Parceria com agências Aos Fatos e Lupa cria sistema para apurar notícias denunciadas

Para combater a proliferação de fake news em sua plataforma, o Facebook lançou um serviço de verificação de notícias no mercado brasileiro, adotando uma prática semelhante à que já possui em outros países. Em parceria com as agências de checagem Aos Fatos e Lupa, está sendo criado um fluxo pelo qual elas terão acesso às notícias previamente denunciadas como falsas pelos usuários da rede social. A partir disso, elas serão encarregadas da checagem sobre a veracidade ou não.

Ainda como parte das medidas, o Facebook irá reduzir o alcance orgânico das páginas que tiverem quantidade grande de fake news publicadas. Os administradores serão notificados sobre a análise das agências, ao passo que os usuários que compartilharam o conteúdo também serão alertados, caso as agências indiquem inveracidade. Na esfera de conteúdo pago, as notícias consideradas falsas pelas agências de verificação não poderão ser impulsionadas no Facebook. E as páginas que publicarem com frequência tais conteúdos não terão mais a opção de usar anúncios para construir suas audiências.

Segundo comunicado do próprio Facebook, medidas semelhantes nos Estados Unidos diminuíram em 80% a distribuição de fake news em sua rede. “Estamos comprometidos em combater a disseminação de notícias falsas no Facebook. Essa parceria é mais um passo em nossos esforços para combater a desinformação e melhorar a qualidade das notícias que as pessoas encontram no Facebook”, afirma a líder de parcerias com veículos de mídia do Facebook para América Latina, Cláudia Gurfinkel.

A Aos Fatos e Agência Lupa poderão, ainda, associar a sua checagem a uma notícia que tenha sido questionada. Esse texto com a checagem será mostrado no feed de notícias por meio do recurso "Artigos Relacionados", permitindo às pessoas se informarem sobre o conteúdo que consomem. 

“Aos Fatos foi criado sob a premissa de que todas as pessoas têm direito à informação verificada. Essa iniciativa casa bem com essa filosofia, além de amplificar o necessário trabalho dos checadores de fatos durante um período crítico da história brasileira”, diz a diretora de Aos Fatos, Tai Nalon. “Entramos neste projeto com muita energia e acreditando fortemente no impacto que ele terá, ainda mais num ano eleitoral. Melhorar a qualidade do debate público é um desafio para toda a sociedade, e estamos felizes em participar desta iniciativa junto com o Facebook”, diz a diretora da Agência Lupa, Cristina Tardáguila.

O programa de verificação de notícias do Facebook está disponível em alguns países e conta com a parceria de organizações de checagem integrantes da International Fact-Checking Network (IFCN).

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações