Marcas descobrem vídeo no Twitter

Periscope, novo aplicativo do microblog, inova com ações nas redes

Utilizadas pela grande maioria como canal de entretenimento e fonte de informação, as redes sociais travam batalhas criativas nos bastidores para inovar com o intuito de prender a atenção dos internautas e atrair investimentos das empresas. Enquanto, de um lado, Mark Zuckerberg anuncia novas ferramentas do Facebook; do outro, o Twitter investe para se diferenciar em um segmento que, com a proliferação de celulares com câmeras por todas as partes, é uma das principais tendências dos sites de relacionamento: vídeos.

Baljeet Singh, diretor de vídeos do Twitter: “foco no mobile”O microblog lançou recentemente um aplicativo próprio chamado Periscope, que possibilita a transmissão ao vivo de vídeos. A ferramenta foi apresentada no Brasil na última semana de março e rapidamente algumas marcas já começaram a experimentar a tecnologia. No mesmo dia, a Adidas veiculou ao vivo, pelo Twitter, um anúncio realizado junto com o jogador colombiano James Rodríguez, do Real Madrid. Poucos dias depois, marcas brasileiras como a rede de lojas C&A e a cerveja Skol aproveitaram o Lollapalooza para ampliar o alcance das ações dentro do festival para a internet em tempo real.

Segundo o diretor de produtos de TV e vídeo do Twitter, Baljeet Singh, a empresa está focada em ampliar as soluções de broadcast e acredita que esse segmento vai ganhar cada vez mais espaço na internet. “Nosso comprometimento com vídeos ao vivo é uma das áreas mais importantes para a companhia neste momento”, diz o executivo, que acumulou experiência de cinco anos no YouTube antes de ser contratado há um ano e meio para aplicar o conhecimento no microblog. “Estou muito entusiasmado em trabalhar com vídeo no Twitter. Estamos aprimorando esse segmento há algum tempo. Os vídeos representam um mundo que complementa os 140 caracteres”, diz.

Especificamente sobre o Periscope, que pode ser baixado gratuitamente e utilizado pelo celular por qualquer pessoa, Singh acredita que serve como uma ferramenta útil para usuários de diferentes perfis e diversas finalidades. “O site está mais imersivo do que nunca. O aplicativo pode ser usado para fins pessoais, profissionais, por celebridades”, explica. O executivo indiano revela que o foco da empresa está voltado para o usuário mobile e destaca a interatividade do app. Durante as transmissões, as pessoas podem curtir, comentar e compartilhar para que mais pessoas assistam o vídeo. “Os comentários rendem uma experiência diferenciada. Potencializa o engajamento e a distribuição do vídeo. É uma solução única em comparação com outros serviços de vídeo, inclusive em relação à televisão.”

De acordo com Singh, as empresas e agências de publicidade podem explorar o Periscope para realizar ações e campanhas com orçamentos pequenos. Como o aplicativo é grátis, o único investimento na rede social seria a promoção do vídeo para os usuários. “O mais interessante é que a marca pode promover um vídeo e alcançar um número alto de visualizações mais além dos seguidores, o que pode gerar milhões de views por um baixo investimento”, declara.

A fala de Singh é comprovada pelo exemplo da ação que a rede de restaurantes Giraffas realizou na semana passada. Planejada pela agência Mood, que descobriu o Periscope um dia depois do lançamento no país, a empresa aproveitou o Dia de Comer Bem, data organizada junto com o Instituto Ayrton Senna na qual os restaurantes têm maior movimentação, para transmitir ao vivo a preparação da comida. “A ideia foi convidar as pessoas a conhecerem a cozinha e verem que o Giraffas segue procedimentos para oferecer uma comida saudável, pois o conceito do evento é comer com qualidade”, conta Fábio Meneghati, diretor-geral de atendimento da Mood.

A apresentação ao vivo da cozinha pela internet, que durou oito minutos e custou aproximadamente R$ 1.500 somente pela promoção do vídeo no Twitter, foi acompanhada por 130 usuários e rendeu mais de 350 curtidas, além dos comentários e mais de 300 novos seguidores. “Queremos utilizar todas as ferramentas que possibilitem a gente se aproximar do nosso consumidor”, diz o diretor de marketing do Giraffas, Ricardo Guerra, que afirma ter gostado da experiência.

“Isso é um começo. Apesar dos riscos que sempre envolvem fazer uma transmissão ao vivo, não temos problema nenhum na nossa linha de produção e queremos mostrar justamente isso. O único briefing passado para os funcionários foi fazer o que eles fazem todos os dias. Mostrar isso em tempo real demonstra compromisso com a verdade. O mais legal é que foi tudo muito verdadeiro”, comemora Guerra.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações