Para leitores do PROPMARK, Neymar e Jesus monopolizaram as campanhas da Copa

Enquete do site mostra a percepção do público a respeito das ações, ativações e comerciais das marcas

A aproximação da Copa do Mundo deu início à uma série de ações, ativações e comerciais envolvendo o maior evento esportivo do planeta. Algumas marcas optam pelo caminho mais natural de escolher um personagem da Seleção Brasileira para as suas campanhas com mensagens básicas, enquanto outros lançam mão da criatividade para engajar a torcida e aumentar as vendas ou o share of mind durante o mundial. Na mais recente enquete realizada pelo PROPMARK, a questão foi sobre a percepção de cada um em relação a iniciativa dos anunciantes para ativar suas marcas no mundial. Abaixo o resultado da enquete com a opinião do público e os comentários do especialista em marketing esportivo, Fabio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports.

Para 44.39 % dos leitores, Neymar e Gabriel Jesus monopolizaram totalmente as campanhas relacionadas com a Copa do Mundo. “É natural, uma vez que são empresas que querem se associar com o evento e para isso investem uma verba de comunicação expressiva, com frequência e por um período de tempo considerável, em diversas mídias através de dois atletas com grande carisma. Outra personalidade com bastante exposição tem sido o técnico Tite em campanhas para a Cimed, Itau e Samsung, por exemplo”, explica Wolff. Talvez por isso, na opinião do público, ande faltando criatividade nos comerciais para a Copa. Apenas 2.68 % acham que as ações e campanhas estão se superando em criatividade.

Outro grupo que participou da enquete acha que o palco de ativações e campanhas fica muito restrito aos patrocinadores: 11.46 %. “Tenho acompanhado algumas empresas como a Visa e a Hyundai que utilizam campanhas para promoverem a associação de suas marcas com o evento e potencializarem receitas por meio da utilização do cartão de crédito e de test drive, respectivamente. No caso de ambas, não tenho percebido como consumidor tanta frequência e investimento se comparado com os comerciais com os jogadores citados na primeira opção de resposta acima”, acredita Wolff.

Por fim, 27.56 % das pessoas que responderam a enquete acham que ainda é muito cedo para avaliar as ativações e ações das marcas. “Imagino que os que indicaram essa opção pensaram que, se a empresa tem um budget limitado para investir, é melhor fazer perto do evento e durante o evento do que no pré evento e sumir durante o mesmo”, finalizou o sócio-diretor da Wolff Sports.

Sobre Neymar e Jesus

O camisa 10 da Seleção, Neymar, leva bem mais que uma dezena de marcas para o Mundial. Anunciado em dezembro como garoto-propaganda do McDonald’s e de Café Pilão para o evento, ele está com, pelo menos, 15 parceiros e patrocinadores, que incluem ainda Nike, Gillette, Red Bull, Beats, Café Pilão, Chat Club, cerveja Proibida, Gaga Milano, Replay Jeans, Quantum, Arco Egypt, ONG Handicap International, Redoxitos, a bateria para automóveis Heliar e os suplementos de Sidney Oliveira. Já o camisa 9 Gabriel Jesus está Jogando Junto com a Vivo e estrela uma série de vídeos da campanha #JogueJunto. O atacante também é protagonista de um filme de Gatorade e uma ação para pintar as ruas de Manchester para o Guaraná Antartica.

Abaixo algumas campanhas com a dupla de ataque para a Copa deste ano:

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações