Em nova fase, Rede Transamérica valoriza a programação musical

De olho no jovem-adulto, rádio terá mais música como pop e rock, sem desprezar jornalismo

Divulgação

 

Visando uma melhor performance de audiência e geração de negócios aos anunciantes, a Rede Transamérica anunciou na semana passada uma série de reformulações. A divisão de conteúdo nas áreas Pop, Hits e Light deixou de existir e o foco da programação será nos estilos rock e pop, seja nacional ou internacional. Outra novidade é a chegada de novo diretor artístico e de conteúdo, Luiz Augusto Alper (ex-Jovem Pan e 89FM).

“Evoluiremos para uma programação calcada na música, mas que não desprezará o jornalismo e também os esportes. Vamos fortalecer nosso perfil voltado ao público que costumamos chamar de ‘jovem-adulto contemporâneo’. Nossa linha editorial será basicamente composta por hits de rock e pop nacionais e internacionais, a partir da década de 1990”, explica Fábio Faria, diretor-executivo da rede desde maio, e responsável pela mudança da empresa.

Segundo ele, quase todos os programas foram descontinuados. “Estamos em fase de construção de nossa nova grade. A partir de outubro, quando boa parte das mudanças já estiver implementada, veicularemos uma grande campanha para reposicionamento de nosso projeto junto à audiência e aos nossos anunciantes”, explica. Deixam de existir as atrações Desperta, Esporte de Primeira, 2 em 1, Transalouca, Conectados e Sarcófago.

Uma das novas atrações é o programa nacional diário Trucão com Pé na Estrada, comandado pelos jornalistas Pedro Trucão e Paula Toco. A atração reunirá informação, prestação de serviços sobre segurança, situação das estradas, dicas de prevenção para a saúde, previsão do tempo e temperatura, intercalando com faixas de músicas. Vai ao ar nas madrugadas de segunda-feira a domingo, sempre das 4h às 6h. Outras mudanças no dial envolvem o esportivo Papo de Craque, cuja segunda edição terá uma hora a mais de duração em São Paulo, indo das 16h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Jovens adultos
A restruturação tem como objetivo impactar os chamados “jovens adultos contemporâneos”, da faixa etária de 25 a 49 anos. “São os adolescentes e adultos que ajudaram a consolidar a rádio entre as principais marcas jovens da década de 1990 no dial brasileiro. Eles são economicamente ativos, consomem música, cultura pop, informação e esporte diariamente na jornada pelos grandes centros urbanos”, explica o responsável pela mudança da marca, Fábio Faria, que assumiu a direção executiva da Transamérica em maio.

A empresa informa que as sete emissoras próprias da Transamérica, em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Brasília, Recife e Salvador, migrarão automaticamente para o novo formato, enquanto as afiliadas e representantes poderão optar por seguir ou não com a parceria.

As mudanças ocorrem no ambiente digital, onde a Transamérica espera ter maior engajamento com seu público-alvo. “Julgamos ser de extrema importância para o futuro de qualquer operação no meio rádio o engajamento com o ambiente digital. Nossa presença será completamente reconstruída e caminharemos para a total convergência de nossas plataformas”, afirma Faria. O reforço inclui investimentos em transmissões no digital, em tempo real, de programas ao vivo de estúdio, bem como a ampliação de calendário de patrocínios a eventos culturais e shows exclusivos com artistas brasileiros e internacionais. A disponibilização de entrevistas dos programas nos podcasts em plataformas de streaming (Spotify, Deezer e iTunes) também é outra ferramenta que ganha mais atenção da rede.

Por trás das mudanças, a Transamérica busca fortalecer um dos atributos mais impactantes do meio, segundo Faria: a credibilidade. “Em tempos de fake news, o rádio entrega conteúdos de máxima relevância e sem dúvidas com relação a sua autenticidade. Todos temos certeza sobre a importância do meio rádio na vida das pessoas e consequentemente para as marcas e agências de propaganda”, avalia.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações