Rádio Mix completa 20 anos e quer conquistar o ouvinte jovem adulto

Emissora moderniza identidade visual e lança programas opinativos para chamar a atenção de público que está “órfão” no dial

Em bolsos, relógios, tablets, TVs ou em qualquer outro device que possa reproduzir sons. É assim que a Mix se posiciona frente a sua audiência. A rádio, que faz parte do Grupo Mix, com Mega TV, Portal Virgula e Rádio Paradiso, completa 20 anos com a promessa de ir sempre onde o ouvinte estiver. 

Divulgação

Com 22 estações afiliadas, a rede nacional de emissoras de rádio acompanha o público conectado com transmissões em suas redes sociais, que atingem quase 3 milhões de usuários, player com streaming ao vivo e playlists especiais, além de manter no site os principais programas on demand.

São mais de 400 mil ouvintes por mês, sendo que 36% deles acompanham a rádio pelo celular. De fevereiro a maio deste ano, o público de 30 a 39 anos cresceu 5 pontos percentuais (de 23% para 28%), sendo 53% desta audiência no público AB.

Em comemoração às duas décadas, a Mix modernizou a identidade visual da marca e lançou, no fim de junho, programas com temas variados, como viagens e esportes, e em formatos opinativos, algo inédito na casa. Além disso, o veículo tem estendido o direcionamento de sua programação ao ouvinte de 25 a 39 anos, o jovem adulto.

O Viaje com a Mix, apresentado pelo jornalista Arthur Veríssimo, vai ao ar quatro vezes por dia, contando suas experiências ao redor do mundo, em roteiros de viagem fora do comum. O Agora o Bicho Vai Pegar aborda o universo do futebol, com linguagem de entretenimento. Comandada pelo baixista da banda Tihuana, Román Laurito, pelo jornalista esportivo Guilherme Pallesi e pelo humorista Renato Tortorelli, a atração vai ao ar de segunda a sexta, das 17h às 18h, para São Paulo, e no Facebook da rádio.

Já o Papo de Esporte, com os jornalistas André Plihal e Marcelo Bechler, foi criado em parceria da Mix com a Bravo Sports & Business. O programa tem quatro inserções diárias, com análises sobre todas as modalidades esportivas do cenário nacional e internacional.

“O jovem adulto é um perfil que ouve rádio, mas está órfão. Existem as rádios jovens e as adultas. Quem não está disposto a ouvir rádios com conteúdo muito jovem, é obrigado a escutar rádios muito maduras. Estamos atuando exatamente nesta faixa”, explica Marcos Vicca, diretor artístico da Rádio Mix.

Para o executivo, as últimas duas décadas foram transformadoras na indústria da música e do entretenimento, com mudanças nos formatos de consumo, produção e distribuição dos conteúdos. E, diante das opções de plataformas à disposição, é preciso oferecer um bom conteúdo hoje, daqui 20, 40, ou seja lá quantos anos, porque o desafio será sempre o mesmo: comunicação.
“Queremos criar conteúdo interessante e distribuí-lo de forma inteligente, seja pelo rádio convencional, smartphones, rádios automotivos, smart TVs, consoles de games, tablets, o que for... Se tivermos bons conteúdos e eles estiverem em todos os lugares, não estaremos preocupados”, afirma Vicca.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações