Skol é a marca mais valiosa pela 5ª vez

Ranking BrandZ Brasil traz Bradesco e Brahma no Top 3

A Skol é a marca mais valiosa do Brasil pelo quinto ano consecutivo, avaliada em US$ 8,1 bilhões, segundo o ranking BrandZ Brasil, promovido pela Kantar Millward Brown. O Bradesco é o mais valioso do segmento bancário e o segundo colocado na lista, subindo duas posições em relação ao ano passado, o que representa +131%, com valor que chega a US$ 4,4 bilhões. Em terceiro lugar, a Brahma é avaliada em US$ 4,3 bilhões e crescimento de 34%.

Divulgação

O ranking de 2017 apresenta, segundo a Kantar, uma recuperação da situação no Brasil. Se somados os valores de marca das 50 colocadas, há um crescimento de 70% em relação a 2016, chegando a US$ 53,1 bilhões. Nesta edição, a lista inclui empresas de capital fechado, por existir no Brasil marcas valiosas, como IKEA e Ferrero.

Com essa mudança, 15 novas marcas entraram para a lista, sendo a 10ª colocada a Globo, com um valor de US$ 4,1 e Ypê, com US$ 1,1 bilhão. Entre as marcas que mais cresceram, A Renner teve uma variação +168%, o que representa US$ 684 milhões, ficando na 17ª posição. O segundo maior crescimento está com Adria (+159%), somando US$ 211 milhões e ocupando a 49ª posição. Em seguida, vieram: Anhanguera (+138%), com US$ 34 milhões em 34º lugar; Itaú (+133%), com US$ 4,4 bilhões em 4º lugar; Bradesco (+131%) com US$ 4,4 bilhões em 2º lugar; Droga Raia (+125%), com US$ 491 milhões em 23º lugar; Friboi (+122%), com US$ 208 milhões em 50º lugar; Drogasil (+122%), com US$ 624 milhões em 20º lugar; Arezzo (+116%), com US$ 208 milhões em 59º lugar; e Fleury (+112%), com US$ 203 milhões em 51º lugar.

As marcas que estão na categoria de bens de consumo somaram US$ 24 milhões em 2017. Esse valor equivale a 50% das marcas mais valiosas. Os destaques do setor são as cervejas Skol e Brahma. O Kantar afirma que essa é uma prova de que marcas fortes superam a crise mais rapidamente. O setor financeiro, por sua vez, soma US$ 10 bilhões, com uma fatia de 22,8% do ranking total. Nessa área se destacam Bradesco, Itaú, Cielo e Caixa. O setor de varejo acumula US$ 5,2 bilhões e tem envolvido marcas como Lojas Americanas, Renner, Netshoes, Drogasil e Droga Raia.

A pesquisa também elencou as marcas mais fortes com base no fator Brand Strength. Nessa lista, o Google está em primeiro lugar no 100 Brand Strength Index e o Facebook, em segundo. A marca Omo ocupa a terceira posição antes de Trident, que agora está em quarto. Coca-Cola, Oral-B e Nescafé vêm na sequência e seguem na mesma posição do ano passado. Entraram para o Top 20: Heineken (12º), Dorflex (18º) e Nike (20º).

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações