Claro tem vídeo mais visto da história no mercado de telecom

“Tô dentro” foi veiculado via Blast, novo serviço do Google, e teve 34 milhões de views

Um tiro de canhão, mas destinado a um público específico. Essa foi a estratégia da Claro ao apostar suas fichas no Blast, novo serviço de publicidade do Google. E parece que a investida deu certo. Não à toa, a peça “Tô dentro”, veiculado no último dia 23 de abril, alcançou 34 milhões de views, tornando-se o vídeo da indústria de telecom mais visto da história do Youtube.

"Assim como na TV, conseguimos atingir milhões de pessoas. Toda essa audiência captada já está sendo trabalhada por meio de campanhas de remarketing, ou seja,  mostramos o conteúdo certo de acordo com o interesse e afinidade de cada usuário. Com isso, construímos uma jornada assertiva que estabelece a melhor relação entre usuário e marca", explica Márcio Carvalho, diretor de marketing da Claro. 

Desenvolvido pela operação brasileira do Google, o Blast permite que o anunciante veicule campanhas de duração mais curta, de um a três dias, com a vantagem de poder segmentar o anúncio em canais específicos de todas as plataformas da companhia: Youtube, Google Display Network e DoubleClick.

“Tudo começa com uma extensa captura de dados, incluindo informações off-line, que são usados para gerar insights e definir o melhor mix para cada campanha. Em alguns casos, pode ser uma série de vídeos distribuídos em diferentes verticais de conteúdo do Youtube. Em outros, pode ser um único vídeo rodando de maneira massificada em todas as plataformas”, ressalta Alessandra Gambuzzi, especialista de marca do Google.

"A estratégia e veiculação de campanha da Claro foram assinadas pela agência NewBlue, com criação da Talent e adaptação digital da F.biz. O investimento incluiu a veiculação de “Tô dentro” por 24 horas em canais de música, entretenimento, comédia e geral no Youtube, totalizando 60 milhões de pessoas impactadas. Outros indicadores relevantes foram contabilizados, como crescimento de 80% nas intenções de compras e aumento em mais de 55%  de buscas pelo termo "Claro".

As campanhas em Blast começaram a ser rodadas há um ano, e tem como característica a possibilidade de serem pensadas em conjunto com as agências, para atingir a melhor combinação de formatos e plataformas, de acordo com o objetivo do anunciante.

Divulgação

"O Blast mostra ao mercado o potencial do digital, evidenciando não só o alcance, mas a velocidade de resposta e resultado que só plataformas como o Youtube são capazes de entregar. Com essa entrega de mídia concentrada em um, dois ou três dias, alcançamos  unique users compatíveis aos grandes lançamentos, com maior rentabilidade e com a frequência necessária para gerar awareness para a campanha", destaca Alessandra.

Até agora, empresas do setor de telecom e auto dominam os investimentos no novo formato. No fim do ano passado, a GM usou 42 versões diferentes de seu vídeo promocional para lançar o novo Tracker. Esta foi a primeira vez que a montadora investiu somente em mídia digital, impactando mais de 34 milhões de consumidores.

A campanha  da agência  Commonwealth usou tecnologia de segmentação que permitiu escolher o recorte do vídeo em função do conteúdo buscado pelo usuário, contemplando várias áreas de interesse como viagens, casa e jardim, comida, entretenimento e artes, esportes, música, entre outras.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações