Rock in Rio vira um festival de experiências e busca se superar

Marcas são parte essencial do evento; Rodolfo Medina diz que este ano haverá nova explosão de conteúdos

Divulgação

Trinta e quatro anos, 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais depois, vem aí mais uma edição do maior festival de música e entretenimento do mundo: o Rock in Rio, que nesta altura já está com 700 mil ingressos vendidos. Esta reta final, a “hora de fazer”, como diz seu vice-presidente de parcerias e marketing, Rodolfo Medina, é a melhor parte. É quando se materializam meses de planejamento e investimentos. Como marca líder, Medina fala que o desafio do Rock in Rio é, a cada ano, se provocar para fazer melhor. O evento volta a ser realizado no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, que se mostrou possivelmente o melhor espaço que o festival já ocupou. “Temos o objetivo muito claro de levar a experiência do nosso consumidor a um patamar sempre muito maior do que o anterior. É uma obrigação. O que teremos este ano lá é uma explosão de novos conteúdos e experiências”, diz Medina.

Junto com as melhores bandas do mundo, estão as marcas, como parte da atração, proporcionando para o público experiências como a que a Nave - nosso futuro é agora, uma cocriação com a Natura, que estreia no Festival como patrocinadora, trazendo para o festival sua narrativa de sustentabilidade. O velódromo olímpico será ocupado por uma experiência artística e sensorial, se valendo da maior projeção da América Latina em uma tela de 5,4 mil metros quadrados. “A parceria é a união de duas marcas que juntaram seus propósitos de transformação do mundo”, diz Maria Paula Fonseca, diretora global da marca Natura.

Outra novidade será o espetáculo da companhia argentina Fuerza Bruta, que levará ao Rock in Rio um projeto inédito, em seis apresentações diárias de 15 minutos.

Entre as surpresas desta edição está o Palco Favela, pensado para dar visibilidade a talentos profissionais menos conhecidos. Este ano, volta a GamePlay Arena, dedicada ao universo Gamer, que tem a Oi como um dos principais patrocinadores. A Oi participou de quase todas edições do RIR e é responsável pelo fornecimento de infraestrutura de internet e conectividade. Bruno Cremona, gerente de patrocínios e eventos da Oi, fala que a intenção é que a marca seja vista como inovadora, que faz sentido na vida das pessoas.

“As marcas são parte da experiência. A cada ano elas têm se empenhado em fazer melhor”, diz Medina.

O Itaú segue como patrocinador principal, o grande anfitrião do evento, como gosta de descrever Medina. A marca está presente desde 2011, quando o festival voltou a ser realizado no Brasil. Sua marca registrada é a roda-gigante. “Já são cinco edições, com um relacionamento de troca muito positivo e produtivo. Este ano queremos evoluir, alaranjando cada vez mais o festival, com presença em diversos pontos de contato na Cidade do Rock. Em 2019 queremos mostrar como a música pode ser uma ferramenta de mudança positiva”, afirma Caroline Ergas, superintendente de patrocínios do Itaú.

Cerveja

A Heineken também tem protagonismo importante no festival. Parceira desde 2011, considera o festival essencial na história da construção do awareness e posicionamento da marca no país. O primeiro ano de patrocínio foi uma aposta muito ousada, inclusive para o tamanho que a marca tinha naquela época no país, segundo relembra Rodolfo Medina. Guilherme Ballão, head de experiência de marca e patrocínios do Grupo Heineken Brasil, fala que este ano manterá a tradicional Tirolesa, o Lounge Heineken e a Beer Station, entre outros detalhes. “Teremos novidades em toda a arena e nossas expectativas são as mais altas possíveis”.

Rodolfo fala que marcas como Heineken, Coca-Cola e Red Bull têm a vantagem de ter seus produtos nas mãos das pessoas no Festival o tempo todo. “As pessoas interagem muito com estes produtos, o tempo todo, para além das experiências construídas. E nossa preocupação é que o público receba sempre um produto de qualidade”, diz Rodolfo Medina.

Doritos participa pela terceira vez e desta vez levantará fortemente a bandeira LGBT, através de seu produto Doritos Rainbow, uma vez que diversidade e inclusão são marcas fortes do Rock in Rio. A marca terá um espaço interativo que conta a história do Rainbow, patrocina o brinquedo Big Drop e terá uma área VIP. A marca está realizando, segundo conta Anna Carolina Teixera, diretora de marketing de Salty para a PepsiCo Brasil, uma promoção que dará 200 pares de ingressos até 26 de agosto. A Doritos também patrocina a área PDC (de acessibilidade) do festival.

A Universidade Estácio participa desde 2011 envolvendo seus estudantes em frentes como backstage, logística e comunicação, inclusive com a TV Estácio, operada pelos alunos dos cursos de cinema e jornalismo, que capta e gera conteúdo para os telões, além de vídeos de ações dos patrocinadores. “Além disso, temos o nosso Programa de Responsabilidade Social Corporativa Educar para Transformar, que interage com o festival por meio dos pilares Cultura e Cidadania”, conta Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade e vice-reitora de Cultura da Estácio.

Estreias

A Ford estreia no Rock in Rio levando a Rota 85, uma alusão à Rota 66, um espaço que contará um pouco da história do Rock in Rio, desde 1985. Andre Leite, gerente de comunicação e marketing da Ford, conta que haverá ativações interativas e exposição de alguns modelos de carros. “A nossa expectativa é a de nos aproximarmos ainda mais do público jovem e principalmente dos clientes da marca com ações exclusivas de mobilidade para chegar ao festival, além do contato com produtos cada vez mais tecnológicos e conectados”, afirma o executivo.

Café 3 Corações também faz sua estreia no festival e criou um café Rock em cápsula, que será apresentado em uma série de “onda de degustação” na Cidade do Rock, além de outras bebidas à base de café, inclusive geladas. Roberta Prado, head de marketing do Grupo 3 Corações, além de criar uma experiência que mostrará o processo da torra do café até a xícara. “O público jovem está cada vez mais interessado no mundo do café. É uma grande oportunidade”, diz Roberta.

Outra estreia será a Prudential, como seguradora oficial do evento. Aura Rebelo, vice-presidente de marketing e digital da Prudential do Brasil, conta que a empresa quer aproximar a marca do público jovem e por isso terá um espaço com uma parede de escalada que lembra o rochedo de Gibraltar, que é o símbolo da marca. Quem sobe, desce em um tobogã e cai numa piscina de bolinhas. “É a nossa cara. Somos a seguradora mais rock porque temos rock até na marca, nosso rochedo”, brinca Aura.

A música tema do Rock in Rio já está tocando nas rádios internas dos supermercados Extra e Pão de Açúcar. Para o GPA, não é exatamente uma estreia no festival, mas o retorno depois de uma ausência de pelo menos dez anos. Teodoro Ornelas, diretor de consumer experience do grupo GPA, conta que apesar de as marcas Extra e Pão de Açúcar serem muito diferentes, elas estão unidas pelos programas de fidelidade que estarão no centro das ações no festival. No espaço na Cidade do Rock, a marca terá diversos games e uma máquina de “estrelinhas de pelúcia” que poderão ser transformadas em pontos reais no programa de fidelidade do GPA. Haverá distribuição de brindes na Cidade do Rock e também estão previstas ações nas lojas em todo o Brasil e nas mídias proprietárias.

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações