José Papa Neto deixa Cannes Lions

Brasileiro sai da função de CEO após cerca de dois anos no festival e seis na Ascential

José Papa Neto está deixando o Festival Internacional de Criatividade de Cannes. Sua estreia foi na edição do ano passado, e Papa Neto foi o primeiro brasileiro a ocupar o cargo. 

A Ascential, dona do Cannes Lions, vendeu sua operação de festivais em maio passado (para a ITE Group, veja nota aqui) e só sobrou o Cannes Lions - isso teria levado, entre outras coisas, à redundância de cargos entre  Papa Neto e Phil Thomas, diretor executivo da Ascential Events e presidente do Cannes Lions. Somando a isso o resultado financeiro significativamente mais reduzido do festival deste ano, a empresa decidiu extinguir o cargo de diretor administrativo.

"Tivemos o momento mais difícil da história do festival, e no entanto entreguei o maior NPS (Net Promoter Score) da sua história. Isso me tranquiliza", disse Papa Neto ao PROPMARK. 

A saída de Papa vem em um momento delicado, quando a participação no principal festival da empresa apresentou queda de cerca de 25%, apesar de todos os esforços para mudar seu formato e fazê-lo voltar às suas raízes criativas, mudanças realizadas com a ajuda de um comitê consultivo criado para "ajudar a moldar o futuro do festival".  Papa Neto assumiu  o leme dos Lions Festivals em agosto de 2016, sendo que tem uma história de seis anos com a Ascential.

"Agora vou tirar longas férias e decidir o que fazer. Ainda não sei se volto para NY ou para o Brasil, depois de descansar vou decidir", disse o executivo. 

 

*O propmark não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Receba nossa newsletter

editora referência

O PROPMARK é uma publicação da Editora Referência.
Conheça também nossas outras marcas, prêmios e eventos.

Prêmios e Eventos

Publicações