Apesar de foco no varejo paulista, a Orchid está disponível nas lojas do Pão de Açúcar de todo o país durante o mês de outubro (Divulgação)

Tendo como inspiração o município de Várzea Paulista, conhecido como ‘A Cidade das Orquídeas’, a cervejaria e distribuidora Dádiva apresentou recentemente ao mercado sua mais nova marca, a Orchid.

A principal diferença entre o lançamento e os outros dez rótulos com os quais a empresa já trabalhava anteriormente é o fato de que o foco agora está no varejo – e não mais em bares ou restaurantes. Isso acontece porque, com conceito e identidade visual diferentes do que o público está acostumado a encontrar nas cervejas ‘mainstream’, a fabricante entende que o momento de consumo do produto é em casa.

Para atrair o consumidor que classifica como “curioso para conhecer e experimentar novos estilos de cervejas artesanais”, a Orchid concentra sua divulgação no digital e em ações de PR – no último mês, por exemplo, a marca reuniu convidados em um orquidário para que pudessem conhecer e degustar suas cinco diferentes cervejas: Lager, Witbier, Session IPA, Catharina Sour com amora e Chocolate Porter. Também há previsão de realização de ativações diretamente no ponto de venda.

O objetivo da marca é a consolidação no Estado de São Paulo; a expansão para outras regiões deve acontecer em um segundo momento. No entanto, a Orchid é uma das dez marcas que participam do IV Festival de Microcervejarias do Pão de Açúcar e está disponível nas lojas da rede em todo o país durante o mês de outubro.

“Da mesma forma que existem vários tipos de orquídeas, queremos levar a questão da pluralidade às bebidas. Nosso produto tem um valor agregado grande, queremos nos conectar com um público que já consome cervejas artesanais. Não temos a estrutura e verba de gigantes como Ambev e Heineken, por exemplo, mas vamos apresentar o produto com o nosso jeito, com a nossa cara – e essa é nossa grande oportunidade”, explica Luiza Lugli Tolosa, sócia-fundadora da Cervejaria Dádiva.

Publicidade