No último mês, o PROPMARK ouviu nomes do mercado para relembrar campanhas amadas, que fizeram bastante sucesso, mas que não seriam veiculadas atualmente porque ficaram datadas com a evolução da sociedade.

Agora, em homenagem ao Dia das Crianças, a redação selecionou as peças direcionadas ao público infantil que jamais seriam veiculadas nos dias de hoje – seja porque o conceito do produto em si é problemático, seja porque a comunicação seria considerada abusiva ou inapropriada.

O que dizer, por exemplo, do vídeo que promovia a Sandália Love Xu, da Xuxa? A peça traz meninas falando em inglês com comportamento adultizado, causando desconforto quando assistida agora.

Já as tesourinhas do Mickey e da Minnie, da Mundial, causavam verdadeira pressão nos pequenos consumidores:

Os comerciais de Tortuguita, adorados pela geração infanto-juvenil dos anos 90, provavelmente receberiam críticas se fossem veiculados hoje em dia.

Ainda na década de 90, o grupo de axé ‘É o Tchan’ fazia sucesso não só nas paradas musicais, mas também no mercado de licenciamento infantil. Inúmeros brinquedos, como o ‘Disc É o Tchan’ e o ‘BamboTchan’ eram itens de desejo entre os pequenos. Importante reforçar o sucesso da ‘Botinha da Carla Perez’ e a campanha da ‘Galinha É o Tchan’ – veiculada ao som das letras de duplo sentido tão características do conjunto musical.

Ainda na “mesma energia”, o tamanquinho da Tiazinha era vendido a meninas junto com uma máscara que imitava o “vestuário” da personagem sensual.

Um comercial da Neston veiculado na mesma época mostrava um menino mudando o contexto dos fatos para contar vantagem aos amigos de escola por ter “passado a noite” e “dormido” com a professora.

Vale relembrar ainda o recorte sobre publicidade infantil da própria matéria publicada em setembro, que mencionou clássicos como “Melissinha com pochete, relógio e estojo”, “Compre Batom”, “Não esqueça minha Caloi” e “Garotos” – dos Chocolates Garoto.

Você lembra de mais alguma campanha que ficou de fora dessa lista? Qual? Conta pra gente!

Publicidade