Reprodução

A WPP e a Kantar lançaram nesta terça-feira, 11, o ranking BrandZ das 100 marcas globais mais valiosas de 2019.

A varejista Amazon ocupa a primeira posição. Segundo o estudo, “aquisições inteligentes que levaram a novos fluxos de receita, excelente prestação de serviços ao cliente e capacidade de se manter à frente de seus concorrentes, oferecendo um ecossistema diversificado de produtos e serviços”, permitiram que a empresa mantivesse crescimento acelerado de seu valor de marca.

Com um crescimento de 52% no valor da marca em relação ao ano anterior, chegando a US$315,5 bilhões, a Amazon está à frente da Apple (USD$309,5 bilhões) e Google (USD$309,0 bilhões), ambas com um aumento de 3% e 2%, respectivamente. O top 5 é composto ainda por Microsoft (USD$251.244 bilhões) e Visa (USD$177.918).

Na 44ª posição (USD$28,2 bilhões), o Instagram, que atingiu 1 bilhão de usuários em todo o mundo, destacou-se pelo maior crescimento: 47 pontos e 95% de valor. De acordo com o levantamento, outras marcas que subiram ao topo, como Netflix (+65%, nº34, USD$ 34,3 bilhões) e Uber(+51%, no.53, USD$24,2 bilhões), refletem “rápida mudança tecnológica na qual os consumidores estão colocando mais valor em experiências de marca mais ricas”.

Veja a tabela do Top 10:

Rank 2019MarcaCategoriaValor da marca 2019 (bilhões)VariaçãoRank 2018
1AmazonVarejo315.50552%3
2AppleTecnologia309.5273%2
3GoogleTecnologia309.0002%1
4MicrosoftTecnologia251.24425%4
5VisaPagamentos177.91822%7
6FacebookTecnologia158.968-2%6
7AlibabaVarejo131.24616%9
8TencentTecnologia130.862-27%5
9McDonald’sFast Food130.3683%8
10AT&TProvedor de Telecom108.3752%10

Confira o ranking completo no vídeo abaixo:

Já dentre as principais tendências destacadas no estudo, estão:

– O luxo é a categoria que mais cresce (+29%), seguida pelo Varejo (+25%), impulsionada pela mudança na preferência dos clientes da geração Y e Z por canais digitais.

– Marcas asiáticas aumentam sua presença. 15 marcas chinesas, três indianas e uma indonésia fazem parte do ranking de um total de 23 da região.

– As marcas GenZ (criadas após 1996) estão a milhas de crescimento, adicionando mais valor ao ranking por ano de existência – quase quatro vezes mais do que as marcas criadas na era milenar de 1977 a 1995. Um total de 23 marcas GenZ aparecem no Top 100, com uma idade média de 16 anos, em comparação com 18 marcas da geração Y, com 33 anos de idade.

– Empresas estão demonstrando a importância de melhorar e reforçar a percepção do consumidor de que eles são “responsáveis” por meio de iniciativas sociais, ambientais e corporativas.

O relatório e rankings BrandZ Top 100 das marcas globais mais valiosas de 2019 estão disponíveis online aqui.